Jornal do Brasil

Sábado, 30 de Agosto de 2014

Internacional

Sobe para 14 número de mortos em conflitos e explosões no Egito

Agência ANSA

Mais um atentado foi registrado no Egito nesta sexta-feira (24), véspera do terceiro aniversário da revolta que derrubou o ditador Hosni Mubarak em 2011. A explosão aconteceu em frente a um cinema de Giza, uma das maiores cidades do país, deixando pelo menos um morto e quatro recrutas da polícia feridos.    

Uma delegacia da metrópole já havia sido alvo durante a manhã de um ataque com explosivos artesanais, sem vítimas. Além disso, dois atentados ocorreram no Cairo, matando ao todo cinco pessoas. No primeiro deles, reivindicado pelo grupo jihadista Ansar Bait al-Maqdis, um suicida detonou um carro com cerca de 500 kg de explosivos perto de um prédio da polícia. 

Pouco depois, uma bomba atingiu o bairro de Dokki nos arredores de uma estação de metrô, tendo também na mira agentes das forças de segurança.    

Mas não foram apenas explosões que provocaram caos no Egito nesta sexta-feira. Confrontos entre a polícia e manifestantes favoráveis ao presidente deposto Mohamed Morsi deixaram três mortos na cidade de Faium, incluindo uma menina de sete anos, e quatro vítimas fatais em Beni Suef. 

Além disso, uma pessoa que protestava em favor do ex-mandatário foi assassinada em Damieta. Com isso, o balanço dos conflitos e dos atentados chegou até o momento a 14 mortes e dezenas de feridos.

Tags: atentados, Atos, cairo, Egito, protestos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.