Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

Internacional

Presidente garante que Banco do Vaticano está empenhado contra fraudes

Segundo Von Freyberg, cerca de 10 mil contas foram monitoradas

Agência ANSA

O presidente do Instituto para as Obras de Religião (IOR), o alemão Ernst Von Freyberg, afirmou que a entidade financeira tem se esforçado para combater fraudes e casos de corrupção. Em entrevista ao jornal italiano La Repubblica, Von Freyberg, que foi nomeado para o cargo em fevereiro de 2013, disse que o IOR, também conhecido como Banco do Vaticano, possui atualmente um sistema antifraude mais eficiente e capaz de denunciar qualquer suspeita. 

"As notícias sobre Scarano evidenciam que o novo sistema funciona: a Autoridade de Informação Financeira revelou os casos suspeitos, entre eles os de Scarano, comunicando tudo às autoridades italianas", disse o presidente do IOR, referindo-se à prisão do sacerdote Nunzio Scarano por lavagem de dinheiro no Banco do Vaticano. "Ovelhas negras podem existem sempre, mas a diferença entre hoje e o passado é que os alarmes soam", comentou.    

Segundo Von Freyberg, até o fim de 2013, cerca de 10 mil clientes do IOR tiveram suas contas correntes monitoradas.    

Faltam oito mil. "O trabalho de reforma do IOR segue adiante graças ao Papa. Nos momentos mais críticos, tivemos seu apoio claro de continuar prosseguindo com as ações, inclusive em temas muito específicos", contou. "O Papa está governando de verdade o Vaticano e já tomou diversas decisões não apreciadas por todos", ressaltou. 

Tags: apuração, banco, FINANÇAS, Fraudes, Santa, se

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.