Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Internacional

Suposta traição derruba popularidade de Hollande

Agência ANSA

Segundo uma sondagem realizada nos últimos dias, a popularidade do presidente da França, François Hollande, despencou após uma revista local revelar que ele teria um caso com a atriz Julie Gayet. 

De acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Francês de Opinião Pública (Ifop), apenas 13% dos habitantes do país o reconhecem como um mandatário de caráter "respeitável", enquanto somente 19% garantem saber "em que direção ele está andando".    

Além disso, 23% dos entrevistados afirmaram considerar Hollande como alguém solidário às preocupações dos franceses, uma queda de sete pontos percentuais em relação ao final do ano passado.    

Já para 71% das pessoas, o valor da sinceridade não pode se aplicar ao atual presidente. O mandatário, que vive com a companheira Valérie Trierweiler, foi flagrado pela revista Closer em encontros noturnos com Julie Gayet. A primeira-dama teve que ser internada em um hospital após o estouro do escândalo. Nesta sexta-feira (17), a imprensa local publicou que a atriz apresentou os seus pais a Hollande em agosto passado. 

Enquanto isso, foi marcada para 6 de março a primeira audiência do processo que Gayet move contra a Closer por invasão de privacidade. Ela pede uma indenização de 50 mil euros (R$ 160 mil), além de outros 4 mil euros pelos custos legais (R$ 13 mil).

Tags: atriz, francês, presidente, queda, Romance

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.