Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Internacional

União Europeia ensaia uma nova relação com Cuba

Jornal do Brasil

Segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (17/1) no jornal espanhol El País, a União Europeia (UE) prepara-se para uma nova relação com Cuba. Os 28 países estão na fase final de um processo que irá superar o impasse institucional que afeta a ilha desde 1996 e devem agora negociar um acordo bilateral com o regime de Raul Castro. Depois de anos de debate, diplomatas europeus chegaram a um acordo sobre, a ideia de aproximação com Cuba. Com base nisso, os chanceleres esperam que neste trimestre a Comissão Europeia abra um diálogo formal com as autoridades cubanas. O objetivo é que a Europa tenha um novo quadro de relações em 2015. 

A reportagem do El País diz ainda que Cuba tornou-se uma raridade na política externa da UE. É o único país da América Latina no qual Bruxelas não tem uma relação institucional e colaborativas, embora seja o único governado por aquilo que Bruxelas chamada de posição comum. Este instrumento, desenvolvido pelo governo de José Maria Aznar, em 1996, fechou a porta ao diálogo, num progresso de violação de direitos humanos e da liberdade na ilha. "A posição comum não tem sido muito eficaz neste momento", admite duas fontes diplomáticas.

A crença de que falhas e contínuos sinais de mudanças que ocorreram em Cuba desde a chegada de Raúl Castro ao poder, especialmente nos últimos meses, têm incentivado os países europeus a provocar uma mudança nos relacionamentos. Para fazer isso, o objetivo de negociar o que eles chamam de um acordo político e de cooperação enterra as inimizades. É um forte sinal político sobre o novo olhar que eles têm sobre a ilha.

Tags: acordo, bilateral, comissão, direitos, humanos, negociar, países, processo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.