Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Internacional

Presidente de Uganda diz que gays são doentes

Agência ANSA

Um porta-voz da Presidência de Uganda afirmou hoje, dia 17, que "os homossexuais são doentes, mas não merecem ser presos nem assassinados".    

De acordo com ele, o presidente Yoweri Museveni "não aprova a homossexualidade, mas pensa que essas pessoas têm o direito de existir".    

Museveni rechaçou a aprovação de um controverso projeto de lei que endureceria a legislação contra os gays no país, que poderia resultar até em prisão. Ele ainda criticou o presidente do Parlamento por aprovar a medida, que foi amplamente condenada em todo o mundo, sem quórum.

Tags: condenação, doença, homossexuais, prisão, uganda

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.