Jornal do Brasil

Sábado, 2 de Agosto de 2014

Internacional

Hollande pediu separação de Trierweiler, diz revista

Agência ANSA

O presidente da França, François Hollande, teria pedido para a primeira-dama Valerie Trierweiler assinar um termo de separação no último sábado, informou a publicação francesa Le Nouvel Observateur. De acordo com o veículo, o mandatário acreditava que o ex-casal poderia assinar um comunicado em que admitiam a separação.

    Iniciativa que não teria obtido sucesso.

    Hollande visitou a primeira-dama pela primeira vez ontem desde que ela foi internada na semana passada após a imprensa local divulgar fotos sobre um suposto affair com a atriz Julie Gayet.

    A informação, que primeiro foi divulgada pela rádio France Info, foi confirmada pelo Palácio do Eliseu, sede do governo francês.

    Trierweiler, cujo envolvimento com Hollande teve início quando ele ainda era casado com Ségolène Royal, está internada no hospital Pitie Salpetriere, em Paris, por conta de um esgotamento.

    Apesar de seus desafetos classificarem Hollande como um homem frio e sem coração por não ter visitado a companheira, esta teria sido uma indicação de seus próprios médicos.

    Na edição da semana passada, a revista "Closer" publicou fotos de Hollande em uma scooter em direção à casa de Gayet. A revista informou que o presidente "costuma passar a noite" na residência da atriz e que um guarda-costas do mandatário leva croissants pela manhã ao casal. A revista ainda publicou hoje que eles estariam juntos há cerca de dois anos. De acordo com a publicação, o relacionamento entre Hollande e Gayet é "conturbado", marcado por "rupturas e reconciliações", além de tentativas da primeira-dama de acabar com o caso. (ANSA)

Tags: amante, França, polêmica, presidente, revista

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.