Jornal do Brasil

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Internacional

Hamas define morte de Sharon como 'momento histórico'

Já o Fatah acusou o ex-premier pelo falecimento de Arafat

Agência ANSA

Jibril Raboub, um dos dirigentes do Fatah, disse que Ariel Sharon, morto neste sábado (11) aos 85 anos, era um "criminoso responsável pela morte do seu ex-líder Yasser Arafat e um fugitivo da justiça internacional". Já o Hamas, facção política que controla a Faixa de Gaza, definiu como um "momento histórico" o "desaparecimento de um criminoso com as mãos cobertas de sangue palestino".

Tags: Hamas, Israel, Ministro, morre, sharon

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.