Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Internacional

De "convicto" a "demônio", internautas comentam morte de Ariel Sharon

Portal Terra

Amado e odiado. O ex-general e primeiro ministro de Israel Ariel Sharon morreu neste sábado (11/01) após oito anos em coma, em Tel Aviv. O assunto rapidamente chegou às redes sociais, com internautas de diferentes partes do mundo se posicionando de forma antagônica, como não poderia deixar de ser. Enquanto alguns exaltam a imagem e a liderança do ícone israelense, outros chegam a chamá-lo de demônio.?

Homem forte de Israel desde o tempo em que comandava as tropas do exército, Sharon era tido como um general destemido, brilhante e, para muitos, um impiedoso criminoso de guerra. “Morreu o velho Ariel Sharon, odiado e amado”, resumiu @alejo_tarquino.

Também no Twitter, o usuário ?@AleexJeru definiu Sharon como homem convicto. “Ariel Sharon, enfim um homem que foi até o fim com suas convicções”. “Grande personalidade israelita morre aos 85 anos, depois de 8 anos em coma. Ariel Sharon, descanse em paz”, desejou @Lenin_sv.

O dono do perfil @fuad_wnw_77 discorda. “Ariel Sharon foi uma espécie de demônio, um indigno”, publicou. “Adeus, criminoso de guerra Ariel Sharon", escreveu @richardnnilsen.

Tags: Ariel, internet, morte, repercussão, sharon

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.