Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Internacional

Confrontos deixaram 370 mortos em 10 dias no Iraque

Entre os mortos estão 73 civis e 21 crianças, de acordo com Organização para Paz e Direitos Humanos

Agência ANSA

Pelo menos 370 pessoas morreram nos últimos 10 dias nas cidades iraquianas de Falluja e Ramadi, em confrontos entre grupos ligados à Al Qaeda e as forças de segurança do país, auxiliadas por milícias tribais. Entre os mortos estão 73 civis e 21 crianças. Os dados são da Organização para a Paz e os Direitos Humanos de Al-Anbar.    

Além disso, segundo o chefe de entidade, Mohammad Ali, 18 mil famílias tiveram que abandonar suas residências por conta da violência. 

"Muitas famílias foram obrigadas a enterrar seus parentes mortos no quintal de casa porque não podiam sair por causa dos atiradores e do toque de recolher imposto pelas autoridades", afirmou. 

Ele acrescentou que a situação humanitária na província de Anbar, onde estão os dois municípios, é "extremamente difícil", já que muitos refugiados estão vivendo em escolas e edifícios abandonados e em tendas. 

Tags: confrontos, guerra, iraque, mortes, Qaeda

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.