Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Internacional

Equipe ministerial de Maduro pede renúncia

Agência ANSA

Todos os ministros do governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, colocaram sua renúncia a disposição do mandatário para facilitar uma renovação do Gabinete após o assassinato da atriz e ex-miss Mónica Spear e de seu ex-marido no começo da semana.

    A informação foi divulgada pelo próprio Maduro. "Recebi cartas de todos os ministros colocando seus cargos a disposição para facilitar a renovação do governo neste ano que se inicia", anunciou em sua conta no Twitter.

    Ele agradeceu a atitude, considerando-a um exemplo de lealdade ao falecido Hugo Chávez.

    A miss foi vítima de um assassinato que comoveu a Venezuela nos últimos dias. A morte se deu em meio a uma onda de violência no país, um dos mais violentos do mundo, que vem aumentando nos últimos anos.

    Diante da morte, Maduro fez um pronunciamento ontem dizendo que o "massacre" foi uma "bofetada para todos". "Eu assumo plenamente minha responsabilidade", afirmou, prometendo "mão de ferro" contra os criminosos.

    De acordo com a organização Observatório Venezuelano de Violência, em 2013, 24.763 mortes violentas foram registradas no país. (ANSA)

Tags: Governo, maduro, Miss, morte, Venezuela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.