Jornal do Brasil

Sábado, 30 de Agosto de 2014

Internacional

Equipe ministerial de Maduro pede renúncia

Agência ANSA

Todos os ministros do governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, colocaram sua renúncia a disposição do mandatário para facilitar uma renovação do Gabinete após o assassinato da atriz e ex-miss Mónica Spear e de seu ex-marido no começo da semana.

    A informação foi divulgada pelo próprio Maduro. "Recebi cartas de todos os ministros colocando seus cargos a disposição para facilitar a renovação do governo neste ano que se inicia", anunciou em sua conta no Twitter.

    Ele agradeceu a atitude, considerando-a um exemplo de lealdade ao falecido Hugo Chávez.

    A miss foi vítima de um assassinato que comoveu a Venezuela nos últimos dias. A morte se deu em meio a uma onda de violência no país, um dos mais violentos do mundo, que vem aumentando nos últimos anos.

    Diante da morte, Maduro fez um pronunciamento ontem dizendo que o "massacre" foi uma "bofetada para todos". "Eu assumo plenamente minha responsabilidade", afirmou, prometendo "mão de ferro" contra os criminosos.

    De acordo com a organização Observatório Venezuelano de Violência, em 2013, 24.763 mortes violentas foram registradas no país. (ANSA)

Tags: Governo, maduro, Miss, morte, Venezuela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.