Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Internacional

Retirada de armas químicas tem início na Síria

Uma embarcação de bandeira dinamarquesa retirou o primeiro lote

Agência ANSA

O primeiro carregamento de armas químicas deixou o porto de Latakia, na Síria, nesta terça-feira, em uma embarcação de bandeira dinamarquesa. A informação foi divulgada pela holandesa Sigrid Kaag, chefe da missão conjunta das Nações Unidas (ONU) e a Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) para eliminar o arsenal da Síria.    

A Opaq, por sua vez, classificou a ação como "primeiro passo importante", que "encoraja o governo sírio" a manter "o ímpeto para remover os produtos químicos remanescentes [no país] de uma maneira segura e em tempo oportuno, de modo que eles possam ser destruídos o mais rapidamente possível".

A Itália colocou à disposição um porto para transferir a carga a um navio norte-americano, que destruirá os armamentos em águas internacionais.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (OACDH) informou que o organismo deixou de computar o número de mortes na Síria em decorrência do conflito, que teve início em março de 2011. "É muito difícil verificar as fontes".    

Até julho cerca de 100 mil mortes foram registradas no país.

Tags: Armas, Civil, guerra, mortes, sírios

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.