Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Internacional

Cinquenta prisioneiros sírios são executados pela Al-Qaeda

Agência ANSA

Milícias da Al-Qaeda executaram nesta madrugada cerca de 50 prisioneiros ativistas sírios. O crime ocorreu no ex-hospital oftalmológico de Aleppo. As informações são de ativistas da Síria.     

As fontes afirmam que o crime foi executado por homens do Estado Islâmico no Iraque e do Levante(EIIL), formação da Al-Qaeda presente na Síria e que há alguns dias está sofrendo ataques por parte dos rebeldes locais.     

O massacre ocorreu no bairro de Qadi Askar, na parte oriental da cidade de Aleppo. Ainda não foram divulgadas imagens que possam provar as execuções dessas pessoas, que estavam há tempos detidas na prisão da Al-Qaeda. Há informações de que entre as pessoas mortas há inclusive médicos que trabalhavam no hospital da região.     

Ontem, um líder da Al-Qaeda que atua no norte da Síria anunciou ter formado um grupo de kamikazes prontos para cometer atentados. A nova formação se chamaria "Regimento Bara Bem Malek" e atuaria como ofensiva aos ataques que membros da Al-Qaeda vêm sofrendo nos últimos dias.

Tags: atentados, execução, líderes, milicianos, Terroristas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.