Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Internacional

Primeira-ministra de Bangladesh é reeleita em pleito marcado pela violência

Agência Brasil

A primeira-ministra de Bangladesh, Sheij Hasina, foi reeleita nas eleições do país no domingo (5). A premier faz parte da Liga Awami e vai formar um novo governo ainda este mês. O resultado do pleito já era esperado e foi confirmado hoje (6) pela Comissão Eleitoral do país, com apuração dos votos em 232 dos 266 distritos eleitorais.

A eleição teve de ser refeita em oito distritos, onde houve violência que impediu os eleitores de depositarem suas cédulas.

Em todo o país, 200 colégios eleitorais foram incendiados e 19 pessoas morreram em confrontos com forças de segurança. O principal partido opositor, o Partido Nacionalista de Bangladesh (BNP), liderado por Jaleda Zia, convocou uma greve geral nesta segunda-feira para forçar a realização de novas eleições

No total, havia 266 distritos aptos para as eleições e para ser reeleita, a primeira-ministra precisava vencer em 178 deles – a maioria de dois terços. A oposição, no entanto, boicotou o processo eleitoral e não se apresentou em 127 deles. Dos 139 distritos em que houve eleição de fato, o governo venceu em 105. Com o boicote da oposição, a Liga Awami somou 232 distritos vencedores.

A premier reeleita ordenou às autoridades de segurança que reforçassem a atuação nas ruas para manter a ordem após o pleito de domingo (5), marcado pelo boicote da oposição. "O maior dever do meu governo agora é garantir a segurança de vidas e de propriedades a qualquer custo. Eu ordenei as agências de segurança, o exército e a administração a agir de forma dura contra arruaceiros para manter a ordem depois das eleições", disse a premiê, que ainda pediu que a comunidade internacional demonstre apoio ao governo reeleito e à manutenção da democracia no país.

Tags: eleição, oposição, premier, urnas, violento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.