Jornal do Brasil

Sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

Internacional

Passageiros do navio russo rumam à Austrália após resgate na Antártida

Agência Brasil

Sydney - Os 52 passageiros do navio russo preso no gelo da Antártida viajam hoje (3) rumo ao estado da Tasmânia, na Austrália, após terem sido resgatados em uma das operações mais difíceis levadas a cabo pelas autoridades australianas no continente gelado.

Os passageiros foram retirados do navio russo Akademik Shokalskiy - preso no gelo desde 24 de dezembro - em vários voos de helicóptero até uma plataforma de gelo e depois transportados em uma barca até o quebra-gelo australiano Aurora Australis, em uma operação que durou várias horas.

O resgate ocorreu após várias tentativas infrutíferas, por via marítima e aérea, devido a condições meteorológicas adversas e ao gelo na região, a 2.778 quilômetros ao sul da cidade de Hobart, na Tasmânia.

O chefe da divisão de emergências da Autoridade de Segurança Marítima da Austrália, John Young, classificou esta operação como uma das mais difíceis realizadas na Antártida devido às complicações geradas pelo movimento do gelo e às súbitas mudanças nas condições meteorológicas.

"As dificuldades em obter uma janela de bom tempo e as condições apropriadas do gelo dificultaram realmente a nossa vida, sendo que, neste caso, somou-se uma outra complicação: ter de transportar 52 passageiros que não estavam habilitados para este ambiente", afirmou John Young.

Os passageiros, em que se incluem cientistas, turistas e jornalistas de várias nacionalidades, já estão em mar aberto, a bordo do Aurora Australis e a caminho da estação Casei, onde o navio australiano deverá ser abastecido. Depois seguirá rumo a Hobart, onde se prevê que chegue em meados do mês.

Tags: antártida, gelo, Operação, resgate, tasmânia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.