Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Internacional

Atentado em Beirute deixa pelo menos cinco mortos

Entre os mortos está Mohammad Chatah, conselheiro próximo do ex-primeiro-ministro libanês

Agência Brasil

Pelo menos cinco pessoas, entre elas um ex-ministro e conselheiro do ex-primeiro-ministro libanês Saad Hariri, foram mortas nesta sexta-feira (27/12) em um atentado à bomba que deixou mais de 50 feridos, informou a agência estatal NNA. "Cinco cidadãos morreram e mais de 50 ficaram feridos, enquanto dez edifícios ficaram muito danificados", informou a agência.

Entre os mortos está Mohammad Chatah, 62 anos, conselheiro próximo do ex-primeiro-ministro libanês, que lidera a coligação hostil ao regime sírio. Chatah, que foi também ex-ministro das Finanças e embaixador em Washington, foi morto quando se dirigia para a casa de Hariri, onde estava marcada uma reunião da Coligação 14 de Março, contrária ao regime de Bashar Al Assad.

O atentado foi feito com um carro-bomba. Imagens transmitidas pelo canal Future TV mostram pessoas em chamas, outras deitadas no chão, algumas ensanguentadas, assim como os restos retorcidos de um veículo incendiado. Ambulâncias e reforços das forças de segurança foram enviados para o local, onde há uma multidão.

*Com informações da Agência Lusa

Tags: assad, ataque, beirute, bomba, mortes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.