Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Internacional

Rússia retira acusações de ativistas do Greenpeace

Governo concedeu anistia a diversos presos políticos, como integrantes do Pussy Riot

Jornal do Brasil

A Rússia começou nesta terça-feira (23/12) a retirar acusações contra os 30 ativistas do Greenpeace por participação em protesto no Oceano Ártico, em plataforma petrolífera russa. Na ocasião, 28 ativistas e dois jornalistas freelancer foram presos. 

>> Rússia liberta duas integrantes do grupo Pussy Riot

Eles foram indiciados por vandalismo e respondiam por processo em liberdade, sob fiança. Na última semana, no entanto, o governo russo decidiu anistiar diversos presos políticos, o que favoreceu também as integrantes do grupo Pussy Riot, presas após intervenção artística em igreja contra o presidente do país, e o milionário russo Mikhail Khodorkovsky, que passou dez anos na prisão por evasão fiscal e roubo.

Dos 30 acusados no episódio do Greenpeace, 26 eram estrangeiros, de diferentes países. Eles poderão deixar a Rússia quando receberem os vistos. 

Tags: Anistia, ativistas, Greenpeace, presos, russia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.