Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Internacional

Obama diz que Snowden causou dano 'desnecessário' aos EUA

Agência ANSA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje, dia 20, em uma coletiva de imprensa na Casa Branca, que o ex-analista da NSA Edward Snowden "causou um dano desnecessário" ao país e que o organismo precisa ser "reavaliado".    

Em balanço sobre o ano de 2013 antes de sair de férias, Obama destacou que seu governo está "avaliando todas as recomendações que foram feitas" pela Casa Branca recentemente. Ele, no entanto, disse que o serviço de coleta de dados não pode ser desativado "unilateralmente" e propôs um meio termo em que empresas realizariam este trabalho.    

Obama se negou a comentar sobre um perdão presidencial ou anistia a Snowden. As declarações foram feitas no dia que novas denúncias sobre o programa de monitoramento da Agência de Segurança Nacional (NSA) vieram a tona. 

O britânico "The Guardian", o norte-americano "New York Times" e o alemão "Der Spiegel" publicaram que, entre os muitos alvos da agência, estavam organizações internacionais como as Nações Unidas (ONU) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), além de diversas ONGs e do ex-premier de Israel Ehud Olmert. 

Sobre a economia, Obama destacou "que 2014 pode ser um grande ano para os americanos". "Estamos nos aproximando do próximo ano com uma economia que é mais forte do que no ano passado e eu acredito firmemente que pode ser um ano de recuperação para os EUA", concluiu. 

Tags: entrevista, espião, EUA, nsa, presidente

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.