Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Internacional

Casa Branca não comenta possível indicação de Fischer para o FED

Jornal do Brasil

O New York Times (NYT) publica nesta sexta-feira (13) que Stanley Fischer, ex-governador do Banco de Israel e um mentor para o presidente do Federal Reserve (FED), Ben S. Bernanke, é o principal candidato a se tornar vice-presidente do FED. Segundo o jornal, se indicado e aprovado pelo Senado, Fischer pode superar a candidatura de Janet L. Yellen, que foi indicado pelo presidente Obama para suceder Bernanke como líder do FED quando seu mandato terminar em janeiro.

A reportagem do NYT afirma que Fischer é ao mesmo tempo uma escolha surpreendente e popular na lista de economistas e investidores. "Ele é um economista conceituado, com experiência na elaboração de políticas significativas, ainda que muitos o considera uma seleção improvável, por causa da sua recente atuação em um governo estrangeiro", diz o texto. Segundo o veículo, a nomeação de Fischer é vista com preocupação, pelo fato dele ter sido vice-presidente há alguns anos de uma empresa que terminou em resgate federal. Destaca também que Fischer ofereceu apoio em uma conferência no mês passado para a campanha de compra de títulos do FED, descrevendo-o como "perigoso", mas "necessário". "Ao mesmo tempo, ele expressou um maior ceticismo sobre o esforço do companheiro que mantinha os custos dos empréstimos, declarando que as taxas de juro de curto prazo vão permanecer baixas, descrevendo a orientação como confusa", diz o texto.

Segundo o NYT, Fischer deixou o cargo de líder do Banco Central de Israel em junho, após oito anos de empenho. Ele elogiou as iniciativas de proteção à economia israelense a partir da crise financeira global, em parte pela movimentação para cortar as taxas de juros. A Casa Branca não comentou a possível nomeação de Fischer e deve manter o seu padrão atual com relação o FED. "O presidente Obama teve a oportunidade incomum de substituir até cinco dos sete membros do conselho do FED para o próximo ano. Em vez disso, ele pretende substituir apenas aqueles que insistiram na manutenção de Yellen e Jerome H. Powell", ressalta do NYT. Lael Brainard, ex-subsecretário do Tesouro para assuntos internacionais, é um dos favoritos para preencher uma das vagas restantes, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

Tags: banco, candidatura, economia, FED, Israel, Obama

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.