Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Internacional

Japan Times: Prêmio Nobel de Economia deve influenciar positivamente os jovens

Jornal do Brasil

O jornal The Japan Times publicou um artigo nesta terça-feira (10/12) sobre a cerimônia do Prêmio Nobel de Economia 2013. Na opinião de Chikaro Nakayama, a grandiosidade e emoção do evento deve influenciar positivamente os jovens que têm sonhos e ambições e alimentar a esperança dos adultos.    

O artigo informa que, no campo da economia, a lista mostra que 59 dos 74 prêmios Nobel em Economia são provenientes dos Estados Unidos. O Reino Unido será representado por quatro estudiosos. A maioria das outras nações contam com um ou nenhum vencedor. "Portanto, o Japão não deve sentir vergonha de não haver estudiosos japoneses na lista. Ainda assim, autoridades acadêmicas no Japão, como o Conselho de Ciência do Japão, se sentem desprezados por não colocar professores de economia das suas universidades japonesas", destaca o texto. O artigo fala também da pressão para organizar esta disciplina para seguir "o ruma da América" e considera um problema para "além do orgulho nacionalista".

O texto relembra a história do Prêmio de Economia e ressalta que após a modernização do Japão do século 19, a economia era quase exclusivamente uma disciplina importada de diferentes escolas ocidentais. 

Cadeiras acadêmica em economia em universidades japonesas eram tradicionalmente ou marxista ou não-marxista. Em seguida, por volta do final da década de 1960 sérias questões foram levantadas sobre o crescimento econômico, como resultado da poluição do ar e da água causada por emissões industriais e de resíduos. Nessa linha, a discussão foi resolvida através dos temas: "economia do desenvolvimento", "estudos de paz" e assim por diante.

A novidade citada por Nakyama é que 24 teóricos da economia publicaram um relatório de 2010, visando mudar a base para medir a qualidade de vida pelo produto interno bruto, intitulado "Mismeasuring nossas vidas: o Por que o PIB não se somam". Segundo o texto, esse relatório é uma proposta para examinar e reconstruir índices de medição utilizados pela ciência econômica, como qualidade de vida e bem-estar, que passaram para níveis maiores de importância. E cinco destes 24 teóricos já são famosos ganhadores do Prêmio Nobel e pode proporcionar um apelo positivo para o público. "Neste sentido, o Prêmio Nobel poderia ter algum impacto e significado", comenta o artigo.

Tags: acadêmica, Artigo, Prêmio, professores, vencedor

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.