Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Internacional

Coreia do Norte: tio de Kim Jong-un teria sido executado

Jang Song-thaek é acusado de atividades contrarrevolucionárias

Agência ANSA

Jang Song-thaek, tio e tutor do jovem líder norte-coreano, Kim Jong-un, teria sido executado. A notícia foi dada pelo Centro de Informações de Internet da China, portal oficial nascido dentro do Conselho de Estado de Pequim.    

Ontem (9) foram divulgadas imagens que mostram Jang - que era o número dois na hierarquia do regime - sendo levado por militares durante uma reunião do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte. Ele é acusado de atividades contrarrevolucionárias, abuso de poder, corrupção, relações impróprias com diversas mulheres, uso de drogas e desperdício de dinheiro. No entanto, a morte do tutor de Kim ainda não teve nenhuma outra confirmação.

Em agosto do ano passado, Jang foi enviado pelo seu sobrinho à China, onde se reuniu com o então premier Wen Jiabao e o presidente na época, Hu Jintao. Ele era considerado o dirigente norte-coreano mais próximo do gigante asiático, que segundo observadores, foi pego de surpresa pela crise político-familiar no país vizinho. O tio de Kim era tido como o incentivador de reformas econômicas e de uma abertura em relação ao exterior, inspirada naquela promovida pelos chineses há 30 anos.    

Ainda não se sabe o que aconteceu com a mulher de Jang, Kim Kyong-hui, irmã de Kim Jong-il, pai do atual mandatário.

Tags: coreano, Corrupção, execução, família, líder

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.