Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Internacional

Putin fecha agência de notícias na Rússia

Agência ANSA

Com um decreto, o presidente Vladimir Putin fechou a histórica agência de notícias russa Ria Novosti, que será substituída por uma nova agência para fortalecer a propaganda do Kremlin no exterior. O nome do novo veículo será Rossija Segodnia (Rússia hoje, na tradução do russo) e será comandada por Dmitri Kiseliov, jornalista televisivo e cabo de Putin, conhecido por declarações polêmicas, como quando afirmou ao vivo na televisão que "os corações dos gays deveriam ser queimados". 

A rádio Golos Rossii (Voz da Rússia, na tradução do russo), velha arma de propaganda da União Soviética e que desde 1929 transmitia notícias em 44 línguas para 160 países também será encerrada. 

Sergey Ivanov, chefe da administração do Kremlin explica que as decisões foram tomadas para cortar gastos e aumentar a eficiência da mídia estatal. "A Rússia desenvolve uma política autônoma e defende seus próprios interesses nacionais", informou. Outras publicações afetadas foram os jornais Rossiskaia Gazeta e Rodina que deverão fazer uma fusão. Há quem diga que as determinações do governo causarão o "funeral da imprensa russa".

Tags: atividades, encerramento, Governo, imprensa, russo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.