Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Internacional

Maduro pede para eleitores votarem 'em paz'

Para especialistas, eleições municipais deste domingo serão um teste para Maduro

Agência ANSA

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, convocou os venezuelanos a votarem "em paz" nas eleições municipais deste domingo (8/12). "A vida não acaba na segunda-feira, dia 9. Deixem os nervos e o desespero. A vida continua e nossa obrigação é construir a pátria", disse Maduro, em um discurso no Palácio de Miraflores, em Caracas. As declarações de Maduro foram dadas após uma reunião com membros do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), durante a qual foi revisado o cenário para as eleições, consideradas o primeiro teste do mandatário nas urnas. 

Para especialistas políticos ouvidos pela Ansa, as eleições são a primeira prova eleitoral de Maduro, que tem adotado medidas econômicas e reguladoras polêmicas no país. A presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) venezuelano, Tibisay Lucena, comentou que o resultado do pleito será "o fiel reflexo da vontade do povo".

"Eles [a oposição] não fazem campanha eleitoral. O que fazem é uma guerra econômica, elétrica, como loucos, porque dizem que o resultado da guerra será a queda do regime. Mas aqui estamos, mais firmes do que nunca, trabalhando pelo povo", disse o mandatário. 

No pleito de hoje, serão eleitos mais de 300 prefeitos municipais, um líder metropolitano, um distrital e 2,5 mil conselheiros. Cerca de 19 milhões de eleitores poderão exercer seu direito de voto em 39.427 mesas de votação, que funcionarão em 13.651 postos eleitorais. 

Tags: Eleições, maduro, municipais, nicolas, Venezuela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.