Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Internacional

Para Dilma, Mandela foi "personalidade maior do século XX"

Portal Terra

A presidente da República, Dilma Rousseff, lamentou nesta quinta-feira a morte do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela. Consternada com a notícia do falecimento do líder histórico aos 95 anos, a mandatária brasileira disse que o exemplo de Mandela “guiará todos aqueles que lutam pela justiça social e pela paz no mundo”.

>> Dilma irá ao funeral de Mandela na África do Sul

Mandela tinha 95 anos e há muito lutava contra doenças decorrentes do período em que permaneceu preso por conta de sua luta contra o Apartheid, regime segregacionista que imperou durante décadas no seu país. Durante o último ano, Mandela havia passado muitos meses internado em condições críticas, mas recentemente retornara para seu lar, onde permaneceu até hoje, ao lado de familiares e amigos.

Para Dilma, Mandela conduziu com inteligência a luta contra a segregação racial da África do Sul, se tornando uma das maiores personalidades do século XX. A presidente deve viajar ao país africano para participar do velório do líder.

Leia a nota na íntegra:

O governo e o povo brasileiros receberam consternados a notícia da morte de Nelson Mandela. Personalidade maior do século XX, Mandela conduziu com paixão e inteligência um dos mais importantes processos de emancipação do ser humano da história contemporânea – o fim do apartheid na África do Sul.

Seu combate transformou-se em um paradigma, não só para o continente africano, como para todos aqueles que lutam pela justiça, pela liberdade e pela igualdade.

O governo e o povo brasileiros se inclinam diante da memória de Nelson Mandela e transmitem a seus familiares, ao Presidente Zuma e aos sul-africanos nosso sentimento de profundo pesar. O exemplo deste grande líder guiará todos aqueles que lutam pela justiça social e pela paz no mundo.

Tags: líder, Mandela, Nobel, PAZ, SAÚDE

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.