Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Internacional

Carvalho: Mandela mostrou que vale a pena fazer política 

Agência Brasil

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, lamentou hoje (6) a morte do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela. Carvalho disse que Mandela marcou a sua geração, é uma referência, além de ser uma pessoa que passou por sofrimento físico, discriminação e soube transformar tudo isso em esperança.

“[Mandela] teve a sabedoria de transformar esse sofrimento não em ódio, mas num combustível para recompor, para restaurar a dignidade de um povo”, disse o ministro no início da tarde no Palácio do Planalto.

Carvalho também disse que Mandela é uma inspiração política e a morte dele dará mais energia para a luta contra as desigualdades sociais. “Acho que o Mandela é uma luz, uma estrela que se acende no céu para todos nós no sentido de que vale a pena fazer política quando você a faz para servir um povo, principalmente aqueles que são vítimas da exclusão, da discriminação.”

Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999. Ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993, o ex-presidente morreu ontem (5), aos 95 anos, vítima de complicações respiratórias. A morte do líder foi anunciada na noite de ontem pelo presidente do país, Jacob Zuma, pela televisão.

Tags: áfrica, homenagens, líder, mandiba, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.