Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Internacional

Petróleo: expansão de países em desenvolvimento interfere no "sonho canadense"

Jornal do Brasil

A demanda por petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) está caindo, a concorrência é abundante, as novas tecnologias estão se proliferando e as nações em desenvolvimento, como a China e o Brasil, estão expandindo a sua capacidade de produção. A expansão do gás de xisto nos Estados Unidos e o deslocamento da demanda que era dos países desenvolvidos para aqueles em desenvolvimento, tem atrapalhado os planos do Canadá de se transformar em uma potência global no setor de energia.  

O cenário é descrito em um artigo escrito pelo editor de negócios do jornal Financial Post, publicado nesta terça-feira (3/12). O artigo destaca que esta semana a Associação de Combustíveis canadense começou a distribuir um relatório que tenta manter as perspectivas energéticas do Canadá em um contexto realista. O documento situa o futuro do mercado de  combustíveis e trata do entusiasmo dos empresários com relação aos grandes mega-gasodutos e projetos de refinaria caseiros. O CFA, que representa a indústria de refino do Canadá, por exemplo, utiliza o antigo argumento econômico e nacionalista de que o país deveria investir mais no refinamento de sua produção de petróleo em casa.

O FP diz que o relatório da CFA tem como objetivo trazer um pouco de disciplina para os ativistas que defendem o projeto caseiro. Mas serve também como uma bandeira vermelha sobre os planos que visam trazer bilhões de barris de petróleo no Canadá para a costa leste.

Tags: brasil, CANADÁ, energia, Petróleo, setor, tecnologias

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.