Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Internacional

Enviado da ONU condena ataque que pode ter matado 200 pessoas na Síria 

Jornal do Brasil

Kofi Annan, enviado da Organização das Nações Unidas (ONU) à Síria, afirmou nesta sexta-feira (13) que as forças locais usaram armas pesadas contra o vilarejo de Treimsa, local de um massacre que pode ter matado 200 pessoas em uma região controlada por rebeldes antigoverno de Hama.

Annan emitiu comunicado no qual condena as "atrocidades" e demonstrou indignação com os "combates intensos, número significativo de mortes, e o uso confirmado de armas pesadas como artilharia, tanques e helicópteros".

A ofensiva pode ter matado entre 150 e 200 pessoas na localidade, segundo a oposição síria.

A oposição apelou para que o Conselho de Segurança da ONU adote uma resolução vinculante contra o regime do contestado presidente Bashar al Assad por conta do incidente.

Tags: annan, hama, kofi, mortos, síria

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.