Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Internacional

Observadores chegam ao México para acompanhar eleições de domingo 

Agência Brasil

Observadores internacionais já estão no México para acompanhar as eleições do próximo domingo (1°). Segundo o Instituto Eleitoral Federal mexicano, 700 observadores internacionais vão acompanhar as eleições no país.

Além do presidente, serão escolhidos os novos membros do Congresso, seis governadores, prefeitos e o chefe de Governo da Cidade do México.

Quatro candidatos disputam as eleições presidenciais, Enrique Peña Nieto, Andrés López Obrador, Josefina Vázquez Mota e Gabriel Quadri.

Peña Nieto, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), é apontado pelas sondagens como o favorito. O partido, considerado conservador, dominou a cena política mexicana entre 1929 e 2000, ano em que venceu as eleições Vicente Fox, do Partido da Ação Nacional (PAN).

Andrés López Obrador, do Partido da Revolução Democrática (PRD), é o principal adversário de Peña Nieto. Político da esquerda mexicana, quase venceu as eleições de 2006, quando perdeu para Felipe Calderón.

A única mulher na disputa é Josefina Vázquez Mota, do Partido Ação Nacional (PAN), a mesma legenda do atual presidente, Felipe Calderón. Durante a campanha, ela trabalhou para conquistar o apoio feminino.

Gabriel Quadri, do Partido Nova Aliança, aparece nas sondagens com a menor porcentagem de votos entre os quatro candidatos. Ele concentrou a campanha em críticas aos partidos mais tradicionais e destacou as medidas que pretende adotar se for eleito.

Tags: Disputa, Eleições, gerais, México, presidenciais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.