Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Internacional

Observadores chegam ao México para acompanhar eleições de domingo 

Agência Brasil

Observadores internacionais já estão no México para acompanhar as eleições do próximo domingo (1°). Segundo o Instituto Eleitoral Federal mexicano, 700 observadores internacionais vão acompanhar as eleições no país.

Além do presidente, serão escolhidos os novos membros do Congresso, seis governadores, prefeitos e o chefe de Governo da Cidade do México.

Quatro candidatos disputam as eleições presidenciais, Enrique Peña Nieto, Andrés López Obrador, Josefina Vázquez Mota e Gabriel Quadri.

Peña Nieto, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), é apontado pelas sondagens como o favorito. O partido, considerado conservador, dominou a cena política mexicana entre 1929 e 2000, ano em que venceu as eleições Vicente Fox, do Partido da Ação Nacional (PAN).

Andrés López Obrador, do Partido da Revolução Democrática (PRD), é o principal adversário de Peña Nieto. Político da esquerda mexicana, quase venceu as eleições de 2006, quando perdeu para Felipe Calderón.

A única mulher na disputa é Josefina Vázquez Mota, do Partido Ação Nacional (PAN), a mesma legenda do atual presidente, Felipe Calderón. Durante a campanha, ela trabalhou para conquistar o apoio feminino.

Gabriel Quadri, do Partido Nova Aliança, aparece nas sondagens com a menor porcentagem de votos entre os quatro candidatos. Ele concentrou a campanha em críticas aos partidos mais tradicionais e destacou as medidas que pretende adotar se for eleito.

Tags: Disputa, Eleições, gerais, México, presidenciais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.