Jornal do Brasil

Terça-feira, 29 de Julho de 2014

Internacional

Brasileiro preso nos Estados Unidos é acusado de ser elo do Hamas

Portal Terra

Preso nos Estados Unidos desde 2008, o brasileiro Shukri Abu Baker, 52 anos, é apontado como elo do grupo palestino Hamas no Brasil. 

Em 1998, ele criou a Fundação Holy Land, sediada em Dalas, sob o registro de entidade filantrópica. Reportagem da revista Veja aponta que a fundação seria fachada para financiar o Hamas, considerado uma organização terrosita pelos Estados Unidos. 

Há três anos, diretores da Holy foram condenados por 108 crimes, entre eles financiamento do terrorismo, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Baker recebeu a maior pena, 65 anos de prisão, e continua detido no país.

Na reportagem, a revista aponta que "curiosamente passou despercebido o fato de que Baker é brasileiro". Ele nasceu em Catanduva (SP), sua mãe tinha origem italiana e seu pai era palestino. Com seis anos, Baker se mudou com a família para a Cisjordânia, fez faculdade no Reino Unido e, desde 1980 passou a morar nos Estados Unidos. 

O texto da Veja não identifica laços pessoais recentes dele com o Brasil, mas apresenta trechos de relatórios do Departamento de Justiça e do Exército americanos com citações sobre os planos da extinta fundação no Brasil. 

Um "Plano para o Ano (1991-1992)" apresenta como metas "multiplicar Ikhwans no Brasil" e "abrir usras no Brasil". De acordo com a reportagem", "ikhwans" são "milícias a favor da Jihad", e "usras", "grupos de doutrinação islâmica".

Tags: conflitos, EUA, Gaza, Hamas, Israel, Oriente Médio, palestina, PALESTINOS

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.