Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Blair: Democracia no Líbano deve ser protegida<BR>

Jornal do Brasil

LONDRES - O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, condenou o atentado que matou o ministro de Indústria do Líbano, Pierre Gemayel, e seus dois guarda-costa, e pediu a proteção da democracia no Líbano.

- Temos que fazer tudo o que estiver a nosso alcance neste momento para proteger a democracia no Líbano, e a liderança do primeiro-ministro Fouad Siniora - disse Blair.

O primeiro-ministro do Reino Unido fez essas declarações após reunir-se com o primeiro-ministro da Grécia, Costas Karamanlis, que também condenou o atentado. Segundo Blair, o assassinato ressalta 'mais uma vez a necessidade urgente e absoluta de contar com uma estratégia para o Oriente Médio, que apóie todos aqueles que sejam partidários da democracia, e favoráveis a uma forma adequada de resolver os conflitos no mundo todo'.

- É necessária uma investigação detalhada sobre o ocorrido hoje - acrescentou.

Gemayel foi morto a tiros em um atentado nos arredores de Beirute. O ministro era um dos principais aliados do primeiro-ministro libanês, Fouad Siniora, e se opunha à presença síria no país.



Compartilhe: