Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

Informe JB

Marta Suplicy nega declaração sobre a Cúria em direito de filmagem do Cristo

Na semana passada, a ministra da Cultura Marta Suplicy teria informado a alguns meios de comunicação que, se a Cúria do Rio não cedesse o direito de filmagem do Cristo Redentor para o filme Inútil Paisagem, ela transferiria a responsabilidade da administração e de proteção do monumento para o Ministério da Cultura. Neste sábado (2/8) Suplicy mudou a sua declaração e negou qualquer ameaça de retirar a tutela sobre a imagem do Cristo Redentor da Igreja Católica. De acordo com colunista de um jornal carioca, a ministra teria ameaçado a retirada de direitos através de um decreto presidencial que já estaria pronto.

A Cúria em nenhum momento quis proibir ou teria cedido a imagem do Cristo Redentor. Na verdade, o que aconteceu é que após consulta ao departamento jurídico, que reforçou o direito da Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro (órgão responsável pelo patrimônio religioso) sobre o monumento, foi feita outra consulta ao departamento que analisa pedidos de sua utilização. Este departamento ouviu do presidente da Conspiração Filmes a garantia de que o filme não tinha o objetivo de agredir a religião. Após esta afirmação, o departamento retirou a possibilidade de ação jurídica por parte da Mitra.

Contudo, nenhum documento liberando a imagem do Cristo Redentor foi assinado. Apenas houve um acordo para que não haja processo jurídico por parte da Mitra. Ou seja, qualquer fiel que se sentir agredido em sua fé religiosa pode entrar na Justiça.

Neste sábado, a ministra desmentiu a informação divulgada pelos veículo de comunicação na sexta (1/8) e no seu novo comunicado alegou que nunca houve qualquer ação ou pressão governamental sobre esse assunto. A nota de Suplicy afirma que o único contato realizado com o arcebispo do Rio de Janeiro teria sido na primeira metade de julho e somente para saber informações sobre o andamento da situação envolvendo o uso da imagem do Cristo em um filme do cineasta José Padilha. Segundo a nota, Marta Suplicy teria garantido que estava tudo resolvido de acordo com o Cardeal e que a conversa se deu de forma amistosa.

Tags: arquidiocese, cristo, cultura, filma, Ministério

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.