Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Informe JB

Até o fim do ano, Dilma terá nomeado 15 dos 33 membros do STJ

Luiz Orlando Carneiro

Neste último ano de mandato, a presidente Dilma Rousseff terá ainda a oportunidade de nomear mais cinco ministros para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Além do sucessor (ou sucessora) de Eliana Calmon – que antecipou em um ano a aposentadoria obrigatória aos 70 anos, para candidatar-se ao Senado pela Bahia (PSB) – vão cair na compulsória os ministros Sidnei Beneti (28/8), Arnaldo Esteves (7/7), Gilson Dipp (1/10) e Ari Pargendler (11/10).

Assim é que a atual presidente da República terá indicado e nomeado – depois da aprovação do Senado – 15 dos 33 integrantes da segunda mais alta corte do país, que são escolhidos dentre desembargadores federais e estaduais, advogados e membros do Ministério Público, alternadamente.

Em oito anos, nos seus dois mandatos, o ex-presidente Lula nomeou 17 ministros para o STJ.

Tags: coluna, informe, luiz, orlando, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.