Jornal do Brasil

Terça-feira, 17 de Julho de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Colunistas - Informe JB

Servidores temem funções engessadas

Jornal do Brasil Ana Paula Siqueira

Servidores do Senado estão em pé de guerra contra o relatório da reforma administrativa que está prestes a ser votado na subcomissão que analisa o tema. Eles temem que além de uma nova versão do trem da alegria – com a possibilidade de analistas legislativos desempenharem funções de consultores – a proposta, se aprovada, possa empurrar vários serviços da Casa para a terceirização. Na Comunicação Social, por exemplo, ao definir que servidores trabalhem com “finalidade estrita a divulgação da atividade legislativa realizada pelo Senado” e admitir a obtenção de programas para TV e rádio de terceiros, a ideia da comunicação pública poderia estar em risco. O sinal vermelho acendeu.

Por que fazer, se pode comprar?

Para eles, a pergunta que fica é se não podem produzir material para a rádio e TV Senado além das atividades legislativas, por que a Casa pode comprar?

Flávio Dino assume a presidência da Embratur esta semana

Espaço

Apesar de o PMDB reclamar de mais espaço no governo, muita coisa só acontece depois do aval do partido. Como a nomeação do ex-deputado Flavio Dino (PCdoB-MA) para a presidência da Embratur.  Dino é adversário da família Sarney no Maranhão e deu trabalho a Roseana na última eleição. Foi isso o que motivou a resistência de José Sarney (PMDB-AP) para a indicação do representante comunista. Dino toma posse no cargo na quarta-feira.

Reforço na segurança

Tiririca (PR-SP) tem dado trabalho aos seguranças da Câmara. Na verdade o trabalho fica a cargo das dezenas de fãs que desembarcam todas as semanas no Congresso na esperança de tirar uma foto com o humorista.

Dificuldades

Em algumas situações, os seguranças enfrentam dificuldades para conter os visitantes que seguem o parlamentar pelos corredores da Casa e tentam entrar com ele no plenário.

Popular

O assédio dos fãs de Tiririca mostra que a popularidade dele continua alta, mesmo com as críticas que enfrenta desde sua eleição.

Respeito na TV

O MPF no Rio Grande do Norte recomendou na última quarta-feira ao programa Balanço geral, da TV Tropical, que evite veicular práticas de violação dos direitos humanos dos presos.

Exposição ao ridículo

Para o órgão, o programa não pode expor a imagem dos acusados ao ridículo, nem utilizar excessos de linguagem e comentários condenatórios, antes da sentença final de condenação. O prazo para a TV Tropical adotar as providências é de 20 dias.

Adequação

Para se adequar ao Estatuto do Desarmamento, o TRF da 1ª Região vai aderir às armas de choque produzidas nos Estados Unidos. As pistolas paralisantes, conhecidas como taser, foram recebidas este mês e serão usadas na segurança de magistrados e servidores a partir do próximo semestre.  O Estatuto proíbe armas de fogo em órgãos públicos.

Trocando os móveis

Enquanto o governo alega cortes no Orçamento para diminuir o ritmo em muitas áreas, a Câmara dos Deputados empenhou mais de R$ 150 mil para comprar 250 frigobares e uma lavadora/secadora de roupas. O Senado reservou outros R$ 63,9 mil para 25 novas mobílias, entre aparadores, cômodas e cadeiras para telefones, além de R$ 9 mil para 35 fornos elétricos e de microondas. A Presidência da República também foi às compras e adquiriu um refrigerador por R$ 1.160,77. Os dados são da ONG Contas Abertas.



Tags: TV, embratur, reforma administrativa, senado

Compartilhe: