Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Informe JB

Sigilo deve cair

Ana Paula Siqueira

O Senado deve barrar a emenda que permite que os orçamentos das obras da Copa sejam conhecidos apenas depois de concluído o processo de licitação, aprovada junto com a MP 527. As explicações do governo não convenceram os senadores, que se articulam pela derrubada do dispositivo. Além das declarações públicas do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), contra a flexibilização das licitações, e também do líder do governo Romero Jucá (PMDB-RR), grande parte dos aliados se mostra resistente ao texto aprovado na Câmara, na última semana. Na avaliação deles, o assunto está sendo tratado na Casa como “correção”.

Tática de aproximação

Na próxima semana, a presidente Dilma Rousseff receberá as bancadas do PCdoB e do PSB. O encontro faz parte da estratégia de aproximação da presidente com os parlamentares aliados, que desde o início do governo reclamavam da falta de atenção do Planalto.

Demóstenes Torres quer ouvir explicações do governador do DF sobre denúncias de envolvimento com empresa supostamente fantasma
Demóstenes Torres quer ouvir explicações do governador do DF sobre denúncias de envolvimento com empresa supostamente fantasma

Cobrança federal

No que depender da oposição, o governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), será convidado para explicar as denúncias de envolvimento com a M Brasil, empresa supostamente fantasma que teria contribuído para a campanha petista. O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) apresentou o requerimento ontem.

Drama no Senado

Por falta de licitações, que têm sido barradas nos últimos três anos, há inúmeras máquinas copiadoras paradas por falta de toner e outras várias por falta de peças de reposição. Em algumas áreas a situação está insustentável.

Drama no Senado 2

A situação se arrasta desde a crise que derrubou Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado, principalmente após denúncias de superfaturamento. O primeiro-secretário,  Cícero Lucena (PSDB-PB), vem tentando racionalizar, mas não tem sido fácil.

Ironias

Sobre as dificuldades que o PSD, partido lançado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (sem partido), tem encontrado para a sua formalização, um parlamentar do DEM ponderou que “quem está sofrendo agora é o PSD. O DEM já sofreu o que tinha que sofrer”.

No calor

O CNJ negou pedido da OAB-RJ para que durante o verão os advogados pudessem comparecer aos tribunais vestindo apenas calça e camisa social. A entidade queria respeito à resolução sobre os trajes dos advogados, aprovada pela OAB. O CNJ entendeu que os tribunais têm autonomia para decidir sobre os trajes a serem usados nas audiências.

Apelido comprometedor

Eduardo Serrano, chefe de gabinete de Fernando Pimentel, ministro do Desenvolvimento Econômico, foi aconselhado a abandonar o apelido de He-man. O pedido foi feito pelo próprio chefe. A alcunha não estaria com boa fama nos corredores do Ministério.

Livre de devolução

Ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT) foi absolvida segunda-feira em processo de improbidade administrativa e se livrou de ter que devolver aos cofres públicos cerca de R$ 2 milhões. A ação foi movida por falta de licitação em contrato com o Grupo de Trabalho e Pesquisa em Orientação Sexual, entidade da qual Marta foi uma das fundadoras e a ela esteve ligada até ser eleita prefeita, em 2001.

Tags: ana paula siqueira, copa do mundo, senado

Compartilhe: