Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Informe JB

Guerra silenciosa

     

Ana Paula Siqueira

A reforma administrativa do Senado se transformou numa guerra silenciosa nos bastidores. O senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), relator da proposta na subcomissão que cuida do caso, está em procissão nos gabinetes dos líderes para tentar convencê-los da reforma. Mas a resistência é grande. Contra a medida estão, principalmente, os chefes de gabinete que, como manda o Regimento Interno da Casa, são servidores de carreira. Se as mudanças forem aprovadas, os políticos poderão nomear quem quiserem para o cargo, eliminando muitas funções comissionadas.

Ricardo Ferraço encontra resistência para a reforma administrativa do Senado
Ricardo Ferraço encontra resistência para a reforma administrativa do Senado

Sem conversa

Os servidores reclamam que o grande problema é a falta de diálogo. Dizem que Ferraço elaborou o relatório sem escutar os funcionários de carreira.

Embasamento

Ferraço sustenta que seu relatório foi elaborado em cima de estudo da FGV e do material herdado do ex-senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), seu antecessor na relatoria.

Pela causa

Nos bastidores corre que o senador Cícero Lucena (PSDB-PB) abraçou a causa dos servidores e se comprometeu a apresentar voto em separado. Ele nega.

Magoei

Há pouco tempo, o chefe de gabinete de um senador muito influente se revoltou quando soube que o chefe era entusiasta da reforma administrativa. Não pensou duas vezes, pegou suas coisas e foi embora. Só voltou depois da garantia de que a proposta não teria apoio do chefe.

Nova composição

O STJ escolheu os desembargadores para compor a lista a ser encaminhada à presidente Dilma Rousseff para indicação de dois deles para substituir Luiz Fux e Paulo Medina na Corte. Antes de assumir o cargo, os escolhidos serão sabatinados pelo Senado.

Fabulosos destinos

Fux foi para o STF, e Medina foi afastado do cargo acusado de envolvimento em venda de sentenças, esquema desbaratado pela Polícia Federal na Operação Furacão.

Os escolhidos

Compõem a lista os desembargadores Marco Aurélio Gastaldi Buzzi (SC), Marco Aurélio Bellizze Oliveira (RJ), Carlos Teixeira Leite Filho (SP) e Herbert José Almeida Carneiro (MG).

Tablet

A Anatel deu o sinal verde para a Avaya comercializar o primeiro tablet corporativo do país, o Avaya Flare. A expectativa da empresa é que o produto aumente em 40% as vendas do segmento.

VLT

O Ministério das Cidades liberou R$ 47 milhões para a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Macaé, cidade litorânea no norte do Rio. Os recursos foram liberados através de acordo entre a Secretaria Nacional dos Transportes e o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). 

Contrapartida

O custo total da obra é de R$ 72 milhões com contrapartida de R$ 25 milhões do município, que é o principal polo produtor de petróleo do país.

Luiz Sérgio recebe Lula em sua casa em Angra dos Reis
Luiz Sérgio recebe Lula em sua casa em Angra dos Reis

Entendido

Em Angra dos Reis o ministro da Pesca, Luiz Sérgio, mostra que está por dentro do tema. Ele tem casa na região e gosta de pescar nas ilhas de Jorge Grego e Sandri. Quem aparece para um café de vez em quando é o ex-presidente Lula.

Firme e forte

Pelo menos no Twitter, Luiz Sérgio segue como ministro das Relações Institucionais.

Tags: ferraço, fux, reforma, senado

Compartilhe: