Jornal do Brasil

Segunda-feira, 16 de Julho de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Eduardo Paes em Maricá

Jornal do Brasil

Eduardo Paes aproveitou o fim de semana para um reconhecimento de terreno. Uma observação ousada, para dizer o mínimo. Ele foi a Maricá, sim Maricá, cidade que lhe inspirou um dos maiores sincericídios políticos dos últimos tempos, no famoso telefonema que o ex-prefeito deu ao ex-presidente Lula, por ocasião de um dos desdobramentos das investigações sobre o famoso Sítio de Atibaia: “O senhor tem essa alma de pobre. Eu, todo mundo que fala aqui no meu meio, seu falo o seguinte: imagina se fosse aqui no Rio esse sítio dele, não é em Petrópolis, não é em Itaipava. É como se fosse em Maricá. Aquilo é uma merda de lugar”, afirmou Eduardo no áudio captado. Formalmente, ex-alcaide foi apenas participar de um evento do candidato a deputado estadual do DEM Adolfo Konder. Mas, no fundo, todos sabem que ele foi mesmo é medir a pressão local. Eduardo Paes sonha em fazer o anúncio de sua candidatura na cidade, em uma fulminante jogada de marketing. A experiência desse fim de semana foi fundamental para decidir se vai ou não levar o plano adiante.

Na área

O fim de semana também foi de trabalho duro para o senador Romário, que fez uma peregrinação por cidades do Sul Fluminense. Em Resende, colocou 10 mil pessoas no estádio. A campanha do Baixinho é calcada em quatro pilares: peladas com celebridades locais, reuniões com APAEs, selfies e autógrafos em bolas de futebol.

Dúvida

A movimentação de Romário levantou suspeitas. O Sul Fluminense foi considerado por anos curral eleitoral do PSDB, e um celeiro de votos para o ex-deputado Ronaldo Cezar Coelho, que anda meio sumido. Será que o tucano aderiu ao Baixinho?

Extra! Extra!

E Marcia Mora na Filosofia Tiburi, quem diria, cruzou o Rebouças! Ela esteve sábado na plenária de lançamento da pré-campanha do vereador Reimont a deputado federal, no Tijuca Tênis Clube. Para alívio dos militantes que torcem o nariz para a estrela petista, Marcia fez um discurso que foi bem recebido pelos presentes.

Pó de arroz

O momento cômico do evento, que reuniu mais de mil petistas, foi o lançamento efusivo do movimento Tricolores com Reimont. É que o nobre edil é botafoguense e ficou verde, branco e grená de vergonha.

Menos um, ou uma

Rosinha apresentou sábado o programa do marido, na Rádio Tupi, e com isso está automaticamente fora das eleições deste ano.

Xiiiiii....

Um grupo de conselheiros do Flamengo está passando a lupa nas planilhas com os gastos relativos às reformas do antigo estádio da Portuguesa, na Ilha do Governador.  A suspeita é que os custos foram muito superiores aos divulgados pela diretoria. Quem teve acesso aos primeiros números diz que, se tudo for confirmado, pode ser uma pá de cal nos sonhos eleitorais do presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Tristes trópicos

Um retrato do esporte brasileiro para você refletir independente de o Brasil ganhar ou não o jogo de hoje. Bicampeã mundial de taekwondo, Manoel Pontual precisou recorrer a uma vaquinha online para levantar os recursos para poder participar do Campeonato Panamericano de Taekwondo, aqui do lado, em Santos. Dos R$ 10 mil necessários ela tinha, até ontem, apenas R$ 4.200. A campanha termina quarta-feira.

-------

LANCE LIVRE

O professor da Coppe/UFRJ, Richard Stephan, palestrará quarta-feira, às 18h30 no Museu do Amanhã, sobre como os novos veículos de levitação magnética poderão contribuir para solucionar o problema da mobilidade nos grandes centros urbanos. Ele vai apresentar soluções como o Maglev-Cobra, que circula no Fundão desde 2016. A escritora Ana Ferrarezzi palestrará amanhã no “Painel de Profissões 2018”, evento do Instituto Marcos Freitas.



Tags: eduardo paes, flamengo, informe jb, lula, marcia tiburi

Compartilhe: