Jornal do Brasil

Quinta-feira, 19 de Julho de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Se joga, pintosa

Jornal do Brasil

Faltando 48 horas para o Dia Mundial do Orgulho LGBTQ, a pauta está pegando fogo na Assembléia Legislativa. Tudo porque os deputados Enfermeira Rejane e Carlos Minc articularam para que nessa data a Casa faça uma sessão especial para votar todos os 24 projetos relacionados à inclusão, parados desde 2011.  Há de tudo nesses pacotes, desde concessões de Medalhas Tiradentes até a definição de parâmetros para a detenção de transsexuais nas penitenciárias do estado. Tudo corria bem, até que o deputado e candidato ao senado Flávio Bolsonaro ficasse sabendo da história. Bolsonaro deu uma de Bolsonaro e avisou que a tal sessão não acontecerá em hipótese alguma. Hoje à tarde os líderes tentarão, pela última vez resolver a parada. “Todas as vezes que se tentava votar esses projetos,  começava uma discussão interminável e acabava caindo a sessão. A idéia é  votar todos de uma vez e, assim marcar a data”, diz o deputado tucano Luiz Paulo que acabou tendo de agir como o algodão entre os cristais. “É preciso não se perder nesse debate. Sexo não é escolha, nascemos com sexo masculino ou feminino. A opção da sexualidade é sim, uma escolha. Sou democrata e a favor da liberdade de escolha de qualquer ser humano”.

Vai, Flamengo

Além dos temas de fôlego sobre os quais se debruça diariamente no STF, o ministro Marco Aurélio Mello anda com uma preocupação angustiante. “Quem será o centro-avante do Flamengo quando voltar o Campeonato Brasileiro”, pergunta, tenso, o ministro. “Pelo menos ainda temos o Lincoln, né?”

Política para amadores

Na tarde de domingo, Márcio Santos, da Executiva Municipal do PT, promoveu na sede do Bangu, sua tradicional festa de aniversário. Mais de duas mil pessoas compareceram, entre elas políticos e lideranças de todo o tipo. A ideia era aproveitar e fazer um ato em torno de Márcia Mora na Filosofia Tiburi. Mas a pré-candidata não apareceu. Quem acabou discursando foi o Eduardo Paes.

Laranjeiras, sorri

Já circula abertamente no partido que a candidata agradece, emocionada, mas declina simplesmente de qualquer agenda política para além do Túnel Rebouças. Maldade desse povo. Ela só não deve saber como dirigir fora da Zona Sul, gente!

Fazendo a egípcia

Índio da Costa promoveu uma reunião semana passada com a cúpula das polícias na casa do tenente-coronel reformado da PM, Marcos Amaro. Lá pelas tantas, lançou um desafio: “Posso garantir aos senhores todas as condições materiais necessárias para enfrentar o crime. Com estes recursos os senhores resolvem o problema do crime no Rio?” Fez-se na sala um silêncio ensurdecedor.

País low tech

Menos de 2% das empresas brasileiras adotam tecnologias de Geração Digital 4.0, o que poderá comprometer a competitividade e provocar uma mudança radical em dez setores da nossa economia nos próximos dez anos. A análise, que mapeou mais de 750 empresas brasileiras, mensurando o impacto dessas novas tecnologias nesses setores, foi apresentada ontem na Coppe/UFRJ.

Salve o verde

A campanha Vá de Lata está promovendo a ação “Quem torce pelo mundo, bebe na latinha”. A ideia é reflorestar o equivalente a 10 campos de futebol na Mata Atlântica.  O consumidor que comprar ao menos duas latinhas nos bares participantes durante a Copa do Mundo e fizer o cadastro  no site vadelatapelomundo.com.br, terá uma árvore plantada em seu nome. 

LANCE LIVRE

O documentário “La Manuela”, de Clara Linhart, ganhou o prêmio de melhor filme no Festival Audiovisual do Mercosul. A mostra Cinema em Movimento, realizada pela MPC Filmes em parceria com a Caixa Seguradora, chega hoje a UFRJ, com a temática “Direitos Humanos”. O IED Parla traz Alice Galeffi para falar sobre a revista de arte “Nin”, na quinta-feira, às 19h30, na sede da Urca.



Tags: bolsonaro, flamengo, futebol, informe jb, pt, stf, tecnologia

Compartilhe: