Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Seus problemas acabaram-se

Jornal do Brasil

O amigo candidato está com problemas de discurso? Dificuldades em debater com eleitores os temas mais quentes da agenda nacional? A Thiago Bento Consultoria & Marketing, uma empresa de Guaxupé, Minas Gerais, mira na frente e já de olho nas eleições de 2020 mandou carta a vereadores com uma curiosa proposta. Está oferecendo à praça uma solução denominada “Pacote Mandato Eficiente”. “Com um perfil de eleitorado cada dia mais crítico e participativo na vida política do país, torna-se indispensável (...) um  mandato forte, dinâmico e mais eficiente, principalmente na apresentação de propostas inéditas e inovadoras”. O tal “pacote” consiste em  600 projetos de lei “com justificativa já inclusa, contendo temas de grande relevância e impacto popular divididos em 20 itens”. Esses projetos compreendem temas que vão de agricultura a questões tributárias. E atenção: “Não consta no pacotes projetos com temas irrelevantes e sem apego (sic) popular”. Mas acha que acabou? O melhor vem é agora. O pacote completo com acesso por um ano a todos os projetos custa a bobagem de R$ 497. Mas a empresa está com uma promoção por tempo ilimitado oferecendo o conteúdo todo por apenas R$ 297. Isso mesmo! Dá menos de R$ 0,50 por projeto de lei. Corram!

Boi pirata

Injuriado estava ontem o deputado Carlos Minc, após a denúncia de ter recebido propinas do esquema Cabral enquanto ocupava a Secretaria de Meio Ambiente. Segundo ele, a acusação sequer consta dos arquivos da delação do operador Carlos Miranda, que são públicos. “Isso foi passado por alguém que não gostou de meu voto pela manutenção da prisão de Jorge Picciani e da cúpula corrupta da ALERJ”, reage Minc. “Nesse período eu estava é apreendendo boi pirata na Amazônia e destruindo carvoarias clandestinas!”

Mito 1

Mais injuriada ainda ficou o clã Bolsonaro com a entrevista publicada pela coluna onde o deputado Marcelo Delaroli anunciava sua candidatura ao governo com o nome “Marcelo Bolsonaro”.  “Marcelo queimou a largada”, diz o deputado Flávio Bolsonaro. “Estávamos construindo um acordo sim nesse sentido, mas isso dependeria do senador Magno Malta aceitar a candidatura a vice de meu pai”.

Mito 2

Segundo Flávio, os advogados da família estão cortando um dobrado para evitar a multiplicação de Bolsonaros fake pelo Brasil afora. Hoje tem desde candidato malandro que apenas incorpora o nome Bolsonaro, até os criativos como o “Filhote de Bolsonaro” que se lançou candidato a deputado em Niterói.

Final feliz

O casal Manuela Picq e Carlos Perez se reencontraram felizes em Quito, e encontram-se vivendo tal qual fosse uma eterna primavera.

Rumo a Hollywood

A turma do charuto pós-tênis do Clube dos Ingleses, em São Paulo _ que reúne a fina flor da rapaziada com mais de 50 dos Jardins e Higienópolis _ mergulhou no crowdfunding. Não que o requintado clube requeira reformas. A ideia é levantar dinheiro para produzir um longa metragem em homenagem a tenista Maria Esther Bueno.

Biblioteca Lula

Não, não vamos falar da penca de livros que, garantem, o ex-presidente está devorando na cadeia. É que o Instituto Lula lançará em agosto a Biblioteca Lula, com 300 livros e três mil teses de mestrado e doutorado que falam do ex-presidente. O material inclui mais de cem títulos sobre Lula publicados no exterior.

---------------

LANCE LIVRE

Cap Fiador patrocina musical “Ícaro and the Black Stars”, que estreia sexta no Teatro XP Investimentos, na Gávea. Andrea Jakobsson lança amanhã, na Travessa do Leblon, o livro “Rio: Desafios para uma metrópole sustentável”. São oito textos sobre a região metropolitana do Rio e o desenvolvimento de soluções de combate a desigualdade.



Tags: carlos mic, informe jb, lula, pacote mandato eficiente, política

Compartilhe: