Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Agora é com vocês

Jornal do Brasil

Nesses tempos sombrios de chiadeira geral sobre a carga tributária, não custa lembrar que somente a partir de amanhã é que o brasileiro começa a efetivamente trabalhar para si mesmo. É que 153 dias do ano são apenas para pagar impostos, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação. Para celebrar o fim do pagamento de tributos do ano, o movimento Livres fará eventos em defesa de uma ampla reforma tributária em todo o país. Chope e cerveja serão comercializados nestas atividades sem os valores dos impostos inclusos. A manifestação já está tornando tradicional no calendário liberal brasileiro. Aliás e a propósito, o Brasil é o pior país em retorno da arrecadação em serviços de saúde, educação e segurança. 

Saída negociada 

Eduardo Paes precisou fechar um acordo com Jorge Picciani, Sérgio Cabral e Eduardo Cunha, para poder abandonar sem sofrer retaliações, a canoa do MDB do Rio. O ex-prefeito prometeu empenho na eleição dos filhos da trinca de ases: Leonardo Picciani, Marco Antônio Cabral e Danielle Cunha em troca do visto de saída. 

Acordo de cavalheiro 

Nos últimos dias, Eduardo Paes tem reiterado aos cardeais emedebistas que, talvez, para ganhar a eleição, precise se afastar do partido. E sugeriu que o MDB lance um candidato laranja que se disponha a bombardear seus adversários (e não ele) durante a campanha.

Não nasci pra coronel 

E na aba dos caminhoneiros quem se deu bem com a redução do preço do diesel foi a mauriçada montada em milionárias picapes e SUVs. É a história do Robin Hood às avessas, onde o pobre subsidia o rico. O Brasil é tão surreal que se não existisse, jamais seria inventado.

Os mordomos 

A ala do PT que é contra a substituição de Celso Amorim por Marcia Tiburi está convencida de encontrou as digitais do senador Lindberg Farias e do vice-presidente do PT, Alberto Cantalice, nos acertos da tresloucada proposta.

Na janela, não 

Parte da reação dos petistas ao nome de Marcia Tiburi tem uma razão simples: disputa de poder. Caloura no PT, onde se filiou em abril egressa do PSOL, a professora ganharia uma posição de destaque à frente de muitas lideranças caso efetivamente sua candidatura se confirme.

Onde está Wally? 

O mundo desabando no PT do Rio e o sempre falante presidente estadual, Washington Quaquá....sumiu! Quedou-se em um silêncio obsequioso.

Robespierre 

O Windsor Florida Hotel será palco hoje do XXVIII Encontro Monárquico, promovido pelo movimento que sonha com volta da realeza e a sagração de Dom Luiz I como imperador do Brasil. Nessas horas, a mão da guilhotina chega a tremer.

Infâmia 

Maledicentes de plantão andam espalhando que o deputado Marcelo Freixo não foi ao encontro pela união das esquerdas na casa do professor Luiz Eduardo Soares porque preferiu comemorar o aniversário de Maria de Medicis, diretora da novela “O segundo sol”, da TV Globo. A coluna se recusa a acreditar em tamanha infâmia.

---------

LANCE LIVRE

• O tecladista Dodô Moraes participará do show de Hanna em homenagem a João Gilberto e à Bossa Nova, dia 10 de junho, na Casa de Julieta Serpa. O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Décio Oddone, confirmou presença no 49º Congresso Brasileiro de Geologia, que será realizado entre 20 e 24 de agosto, no Rio. De 8 a 10 de junho o Museu do Amanhã receberá o Bicicultura – Encontro Brasileiro de Mobilidade por Bicicleta e Cicloativismo. O evento é uma das atividades do mês da bicicleta na cidade, que será sede também da Velocity 2018 entre os dia 12 e 15 de junho.



Tags: eduardo paes, impostos, informe jb, marcia tiburi, política

Compartilhe: