Jornal do Brasil

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Nada que aí está nos interessa

Jornal do Brasil

Com a experiência de quem já assistiu a três rupturas institucionais (Brasil, Chile e Portugal), o deputado Carlos Minc, em conversa com a coluna, criticava o entusiasmo da turma do “quanto pior melhor”. Para o parlamentar do PSB, “nada do que está aí nos interessa”. Minc lembrou sua história de apoio às lutas sindicais, e ressalta que não tem legitimidade para falar do movimento caminhoneiro. “Essa história de uma parte da esquerda achar que está tudo ótimo é um grande erro. Qual o sentido de bater ainda mais no Temer que tem popularidade quase nula”, diz Minc. “Esse tipo de discurso só interessa à extrema-direita e àqueles que no fim das contas apoiam uma saída de força, não democrática”. E é na direção de um entendimento maior que Minc vai, de coração na mão, de encontro a algumas de suas convicções. Ele vai votar a favor do projeto de lei que reduz a alíquota de ICMS sobre o diesel de 16% para 12%. “Nada mais antiecológico do que votar a favor de subsidiar combustível fóssil”, reclamava.

Parem as rotativas 

O senador Lindberg Farias foi visto, todo serelepe, na sexta-feira, entrando na sede da Fundação Leonel Brizola para um tête a tête com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. O brizolista garante que a conversa ainda não tratou do possível desembarque petista na campanha de Ciro Gomes. “Discutirmos apenas a questão de uma possível aliança para o governo estadual”, garante Lupi.

Gato na tuba 

Tem causado surpresa nos meios jurídicos a falta de ação do MPF em relação às denúncias de extorsão e obstrução de justiça contra o advogado Figueiredo Basto, feitas nas delações dos doleiros Vinicius Claret e Claudio de Souza. Por muito menos, lembram diversos advogados, Curitiba já mandou prender muita gente.

Mais do mesmo 

Já repararam que a mesma rapaziada do “não vai ter Copa” é o mesmo do “não vai ter golpe” e agora do “não vai ter eleição”. Esperamos que errem de novo.

Sem agressão 

Capas pretas de cinco partidos de esquerda estiveram entre as mais de 80 pessoas que participaram na última noite de sexta-feira de um dos encontros que o professor Luiz Eduardo Soares tem promovido para discutir a eleição e possibilidade de uma união nesse campo. “Mesmo que a gente não consiga construir um entendimento, saímos daqui com um campo aberto para o diálogo”, diz Luis Eduardo Soares.  

Com agressão 

Apesar de ter mandado ao encontro o dirigente Marcelo Biar, o PSOL já deixou claro que no primeiro turno não fará alianças. O partido definiu uma estratégia de crescimento que implica no lançamento de candidaturas majoritárias puro-sangue.

Crise? Que crise? 

Empresa líder nacional do setor de intermediação imobiliária, a Rede Franquias Lopes está nem aí pra crise. Com mais de 100 lojas no país, a empresa apresentou um crescimento de 83% no primeiro trimestre de 2018 em comparação ao mesmo período do ano passado. Isso significa um troco de R$ 534 milhões em negócios.

Comam brioches 

E o ministro Carlos Marun, hein? Resolveu gravar ontem um vídeo para as redes sociais onde defendia a posição do governo. Mas escolheu como “cenário”, o interior do jatinho no qual viajava. Falta de simancol é isso aí.

----------

LANCE LIVRE

Até o próximo dia 30 de junho de 2018, estudantes de jornalismo de todo o país poderão inscrever propostas de pauta no 10º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão - uma iniciativa do Instituto Vladimir Herzog para estimular o processo jornalístico entre futuros profissionais. O Instituto Chico Mendes publicou portaria ontem tornando sem efeito a nomeação do padeiro Emerson Ferreira de Lima como diretor da Reserva do Tinguá, conforme denunciou a coluna. A luta continua!! 



Tags: crise, herzog, icms, minc, política

Compartilhe: