Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Maio de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


As voltas que o mundo dá

Jornal do Brasil

Podia ser apenas mais uma briga de condomínio. Dessas tantas que você foge toda vez que recebe uma cartinha e tem medo de ser eleito síndico ou conselheiro do prédio. Mas essa briga de condomínio tem um quê de especial. O novo síndico de um nobre edifício residencial na Figueiredo Magalhães, resolveu brigar feio com seu antecessor. A briga foi crescendo, e acabou virando registro de ocorrência na 13ª DP onde o tal novo síndico, que tem fama de durão entre os vizinhos, acusou o ex de estelionato. Até aí tudo bem, é só mais uma de tantas querelas parecidas pelos diversos bairros da cidade. Isso se o novo síndico não fosse o advogado Guilherme Pereira do Rosário Júnior, filho de dona Suely e do sargento do Exército Guilherme Pereira do Rosário, um personagem muito interessante da história política brasileira. Foi no colo do sargento Guilherme que explodiu a bomba que deflagraria o famoso atentado ao show do RioCentro, em abril de 1981, quando organizações de extrema direita tentaram forjar um atentado para jogar a culpa nas costas da esquerda. Talvez não por acaso, estreou essa semana no Festival É tudo Verdade, o documentário “Missão 115” que trata justamente desta operação dos militares visando a sabotar a redemocratização do Brasil. Coincidências, ao que parece, não existem.

Naming rights 

A Secretaria Estadual de Cultura está finalizando o edital que cederá os naming rights do Teatro Villa Lobos, em Copacabana, à iniciativa privada. É uma operação que vem sendo desenhada desde a gestão de André Lazaroni. A empresa que ostentará o nome no teatro terá que arcar com os R$ 28 milhões necessários para a conclusão das obras da casa, destruída por um incêndio em 2011.

Pô, manhê! 

Aliado ao PSOL, o glorioso partidão, também conhecido como PCB, está lançando como candidata ao senado a pedagoga Marta Barçante. Ela vem a ser a mãe do vereador do PSOL, Renato Cinco, um dos principais líderes da Marcha da Maconha. 

Homem de bem 

Assim como quem não quer nada, o argentino Adolfo Pérez Ezquivel, deixou a redação do JORNAL DO BRASIL ontem à noite e chamou sua entourage para ir ao cinema. Foram todos assistir “O Processo”, de Maria Augusta Ramos, que estava sendo exibido no Estação Net Botafogo. Ezquivel mostrou que é tão do bem que sequer reclamou da porcaria de pipoca que vendem por lá.

Fogo amigo 

Alguma coisa está fora da ordem no PDT. Ciro Gomes foi visto anteontem à noite na Lapa circulando pela naite depois de participar de um debate. O encontro com professores e estudantes não foi divulgado, nem sequer houve convocatória da presença dos militantes do partido.

Olhar 43 

Eduardo Paes está com olhares cúpidos para o deputado Miro Teixeira. Quer que ele deixe de lado a aventura de disputar o governo para ser o candidato ao senado em sua chapa. A aliança esbarra na questão nacional. Miro só toparia, a princípio, se Eduardo abrisse o palanque para Marina Silva. Mas Eduardo segue fechado com Rodrigo Maia. Isso  se a campanha de Rodrigo seguir mesmo em frente pra valer.

O Circo é nosso! 

Boa notícia para a boemia carioca. A secretária municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, confirmou à coluna que vai renovar o termo de cessão da Prefeitura com o Circo Voador em outubro. Como se sabe, alguns empresários da noite carioca estavam de olho comprido no fim da concessão da lona voadora da Lapa.

LANCE LIVRE

• Um dos mais importantes concursos mundiais de vinhos,  o Concours Mondial de Bruxelles, consagrou o tinto Salton Desejo 2012, lançado no ano passado  e elaborado exclusivamente com uvas Merlot, com a medalha Grande Ouro.



Tags: artigo, informe, jan, jb, theophilo

Compartilhe: