Jornal do Brasil

Segunda-feira, 16 de Julho de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Será que ele é?

Jornal do Brasil

A esperteza, quando é muita, engole o esperto. O ditado popular tem sido muito repetido esses últimos dias, nos bastidores da política do Rio, em relação a um personagem: o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes. Como é de conhecimento geral, Eduardo passou os últimos meses ciscando entre diferentes partidos em busca daquele mais confortável para lançar sua candidatura ao governo do estado. O problema é que essa movimentação gerou ondas. Bastava Eduardo insinuar que iria para o PDT que um sem número de vereadores e lideranças de todos os cantos saíam em desespero atrás do telefone de Carlos Lupi. Na semana seguinte, saía outra notícia  dando conta de que Eduardo acertara com o PP. E lá ia a manada correndo atrás do vice-governador Francisco Dornelles. Poucos dias antes do fim do prazo para troca de legendas, Eduardo surpreendeu a todos e anunciou a ida para o DEM, deixando um monte de gente com a brocha nas mãos e cheia de compromissos e alianças acertadas. Essas mágoas vão ser cobradas lá na frente, e Eduardo sabe disso. O ex-alcaide daria um braço do Pedro Paulo para não ter que carregar nas costas o legado do MDB carioca. Agora, na mão dos Maia (Cesar e Rodrigo), terá que dar explicações ao longo da campanha sobre o governo Temer e o passado do próprio Cesar Maia. Daí a pergunta que não quer calar entre os bruxos que mexem o caldeirão da política do estado: será que Eduardo sai mesmo candidato?

Carta aberta 

A juíza Denise Frossard, em carta aberta, pôs um ponto final nos sonhos do PPS de tê-la candidata ao governo:  “Penso já ter cumprido minha missão tanto no Judiciário quanto na Política e descobri, embora um pouco tarde, que sou feliz como montanhista de alta altitude. E tenho que aproveitar enquanto a genética me ajuda a desfrutar desta alegria que é tentar alcançar os tetos do mundo”, afirmou a nova alpinista.

Lá vem bomba 

Te cuida black block. A Condor Tecnologias não Letais está apresentando na LAAD Security, maior feira da América Latina voltada para os mercados de Segurança Pública e Privada, um novo lançador de munições. O canhão pode ser acoplado ao teto dos carros de política, gira 360º e é capaz de lançar 15 granadas de gás lacrimogêneo de forma sequencial.

Ai! 

A Supervia foi condenada pelos desembargadores da 21ª Câmara Cível do TJ a pagar R$ 20 mil de indenização a um passageiro que teve o polegar esmagado e a unha parcialmente arrancada ao ter o dedo preso na porta do trem quando embarcava na estação de Deodoro, Zona Oeste do Rio, em 2015. Cláudio José Gonçalves de Lima receberá o valor por danos morais em razão da sequela sofrida e tempo de internação hospitalar. O processo é n°031839163.2016.8.19.0001 

Cara de um... 

Bom humor e criticas inteligentes marcaram o ato  pró-Lula realizado ontem, no Rio. Pena que os organizadores acabaram pecando ao errar o nome  de um dos  ministros do STF. No bonequinho que representava o ministro Edson Fachin, estava escrito o nome Luiz   Roberto Barroso. De que adianta ficar tanto tempo na frente da TV Justiça para depois dar um mole desses?

Balança tornozeleira 

Tem gente no Itanhangá curtindo a ressaca até agora. No sábado, um festão na casa de  Maurício Carvalho reuniu boa parte da turma citada na Lava Jato aqui no Rio.  George Sadalla, Júlio Lopes e Sérgio Côrtes, entre outros, evoluíam felizes na pista de dança como se não houvesse amanhã. E você aí, numa hora dessas, apertado no Metrô, hein?

LANCE LIVRE

O PDT comemora hoje os 120 anos do aniversário de Luis Carlos Prestes promovendo debate com a professora Anita Leocádio na sede da Fundação Alberto Pasqualini.



Tags: artigo, informe, jan, jb, theophilo

Compartilhe: