Jornal do Brasil

Acervo

Advogado de Trump chama atenção ao dizer que "a verdade não é a verdade"

Jornal do Brasil

"A verdade não é a verdade", disse neste domingo o advogado pessoal do presidente Donald Trump, Rudy Giuliani, durante o programa "Meet the Press", da emissora NBC, com Chuck Todd. A frase foi dita para explicar por que o advogado está preocupado em pressionar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para uma entrevista que, para o advogado, poderia ser uma armadilha.

A declaração foi uma referência à possibilidade de Trump dar entrevista à equipe do conselheiro especial Robert Mueller, o que, na avaliação de Giuliani, poderia não ser contribuir muito por causa do natureza declaratória dos testemunhos coletados. Giuliani afirmou que é bobagem dizer que Trump deveria testemunhar "porque ele dirá a verdade e portanto não deveria se preocupar", em virtude de que seria "a versão de alguém sobre a verdade. Não a verdade".

O apresentador Todd rebateu. "A verdade é a verdade", disse Todd, ao que Giuliani rebateu. "A verdade não é a verdade", afirmou o advogado de Trump. A declaração deixou o apresentador da NBC desconcertado. Trump e assessores foram criticados por espalhar desinformação. A conselheira da Casa Branca, Kellyanne Conway, referiu-se às informações como "fatos alternativos".

Pela manhã, Trump reafirmou que não houve qualquer conluio com o governo da Rússia na campanha presidencial de 2016. Ele acusou ainda o jornal The New York Times de escrever uma reportagem "falsa" sobre o tema. O diário informou em sua edição de domingo que um assessor da Casa Branca, Don McGahn, concedeu longas entrevistas ao procurador especial Robert Mueller, que investiga o suposto conluio. Como já havia afirmado no sábado, Trump voltou a dizer que permitiu que McGahn falasse aos investigadores e disse não ter nada a esconder.

Trump disse ainda que McGahn não é um "rato" do tipo de "John Dean". Deal foi conselheiro da Casa Branca no governo do presidente Richard Nixon, cooperando com procuradores e ajudando a derrubar Nixon da presidência pelo caso Watergate. Fonte: Associated Press.



Tags:

Recomendadas para você