Jornal do Brasil

Acervo

Fla já admite poupar jogadores no Brasileiro para não ter desfalques

Jornal do Brasil

A comissão técnica rubro-negra segue com o discurso de que todas as competições são importantes para o clube e que, portanto, nenhuma delas será priorizada. Mas na prática não é bem assim.  Após a desgastante classificação para as semifinais da Copa do Brasil, já tem gente defendendo que o técnico Maurício Barbieri faça um rodízio para não correr o risco de perder um jogador importante na reta final da temporada.

A cena do volante Cuéllar se contorcendo de dores no final do jogo contra o Grêmio, em virtude de uma violenta cãibra, ligou o sinal de alerta no clube. O jogador teve que ser substituído e saiu de campo de maca, mas não deve ser problema para o jogo contra o Atlético-PR, domingo, às 11h, em Curitiba. Pelo planejamento da comissão técnica, ninguém será poupado no jogo contra a equipe paranaense.

Convocação de Paquetá preocupa 

A razão é simples. O líder São Paulo (38 pontos) enfrentará a Chapecoense, no Morumbi, enquanto o Internacional, terceiro com 35, recebe o lanterna Paraná. Ambos devem somar mais três pontos e o Flamengo não quer ficar para trás na corrida pelo titulo nacional.  “Pelas avaliações,  fazemos as trocas necessárias”,  explica o treinador rubro-negro.  

 O descanso para os mais desgastados, porém, começará na rodada seguinte, a primeira do returno do Campeonato Brasileiro.  O time enfrentará o Vitória dia 23, no Maracanã e, três dias depois, o América-MG, em Belo Horizonte. É quase certo que Barbieri escalará um time recheado de reservas. A ideia é preparar o time para o duelo do dia 29, contra o Cruzeiro, pela Libertadores. O Flamengo perdeu de 2 a 0 no Rio e precisa de um milagre para seguir na competição continental.

Além do desgaste físico dos atletas, outra preocupação da comissão técnica rubro-negra é com a seleção brasileira. Hoje o técnico Tite convoca os jogadores para os amistosos contra EUA e El Salvador, dias 7 e 11 de setembro. Como é quase certo que Paquetá será chamado, o clube se prepara para minimizar a ausência de seu principal jogador. 

A principio, Paquetá não enfrentaria Internacional (5/9) e Chapecoense (9/9), pelo Brasileiro e dificilmente teria condições de enfrentar o Corinthians no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, marcado para 12 de setembro.

O clube pedirá a CBF que os jogadores envolvidos nas semifinais da Copa do Brasil sejam liberados após a partida contra os americanos, dia 7 de setembro.     



Tags:

Recomendadas para você