Jornal do Brasil

Acervo

Moon avalia que cúpula de Pyongyang será 'passo' para fim da Guerra

Jornal do Brasil

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, avaliou nesta quarta-feira que sua visita a Pyongyang em setembro será um "valente passo" para o fim formal da Guerra da Coreia.

As duas Coreias acertaram no início da semana uma terceira reunião entre Moon e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, no próximo mês, para dar prosseguimento ao degelo diplomático iniciado com sua cúpula de abril.

A visita de Moon à capital norte-coreana será a primeira de um presidente sul-coreano a Pyongyang desde 2007.

Os líderes "darão um valente passo para a declaração do fim da guerra e um tratado de paz", disse Moon na cerimônia pelo 73º aniversário da libertação do regime colonial japonês.

A Guerra da Coreia - entre 1950 e 1953 - terminou com um armistício e não com um tratado de paz, o que coloca tecnicamente Norte e Sul ainda em guerra.

Declarar o fim da guerra foi um dos acordos alcançados na cúpula de abril entre Moon e Kim, mas desde então ocorreram poucos avanços, enquanto Coreia do Norte e Estados Unidos estão imersos em uma queda de braço em torno da "desnuclearização" de Pyongyang.

O presidente sul-coreano também apresentou sua visão de cooperação econômica com o Norte assim que a península se livrar das armas nucleares.

"Apesar de a reunificação política ainda estar muito distante (...), os deslocamentos livres para um ou outro lado de uma comunidade econômica conjunta será uma verdadeira libertação para nós".



Tags:

Recomendadas para você