Jornal do Brasil

Acervo

Com problemas na defesa e no meio, Corinthians empata por 2 a 2 com o Cruzeiro

Jornal do Brasil

No último amistoso antes do retorno às competições oficiais, o Corinthians saiu em desvantagem de 2 a 0, mas buscou o empate por 2 a 2 contra o Cruzeiro, em amistoso nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo. A equipe do técnico Osmar Loss deixou o torcedor preocupado, pois mostrou problemas na defesa e no meio de campo diante da necessidade de subir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, competição que está há quatro jogos sem vencer.

"Faltou atenção", admitiu ao final da partida o goleiro Cássio, que antecipou a sua volta para ganhar ritmo, depois de apenas treinar por mais de um mês com a seleção brasileira que disputou a Copa do Mundo da Rússia.

Osmar Loss optou por uma formação com Cássio; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Renê Júnior, Rodriguinho e Mateus Vital; Romero e Matheus Matias. O Cruzeiro do técnico e Mano Menezes também veio com o que tem de melhor. Mas Mantuan deixou a partida aos 12 minutos, depois de uma dividida com Thiago Neves.

Como Fagner voltou da seleção brasileira e só retorna aos trabalhos nesta quinta-feira, o volante Paulo Roberto jogou improvisado na ala. Com as ausências do lateral-esquerdo Sidcley e do zagueiro paraguaio Balbuena, negociados com clubes do exterior, faltou entrosamento à defesa corintiana.

Os dois gols tomados mostraram que Osmar Loss terá trabalho para reorganizar o setor. Aos 13 minutos, Rafael Sóbis cobrou escanteio na primeira trave e o volante Henrique desviou de cabeça. Aos 23, Rafinha recebeu livre no bico da área e cruzou para Rafael Sóbis, também sozinho, entre os zagueiros, cabecear no cantinho e fazer 2 a 0.

Sem criatividade, o time alvinegro não incomodava os mineiros, que estavam bem postados na marcação, em duas linhas de quatro jogadores. Mas os paulistas diminuíram na única jogada tramada em todo o primeiro tempo. Aos 37 minutos, em boa enfiada de Mateus Vital, Rodriguinho foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para trás. Paulo Roberto chegou de frente para concluir de chapa.

No segundo tempo, o Corinthians voltou com o atacante Roger no lugar de Matheus Matias e Jadson na vaga de Renê Júnior. A equipe teve melhora sensível na criação. Aos 19 minutos, Roger driblou o goleiro Fábio e desabou. O árbitro marcou pênalti, mas Jadson bateu para fora.

Depois de muitas substituições da duas equipes, o jogo ficou mais aberto. E valeu o aspecto individual para o Corinthians chegar ao empate. Destaque para Marquinhos Gabriel, que fez grande jogada na ponta esquerda e cruzou para Pedrinho concluir e fazer 2 a 2, aos 38 minutos. O garoto, que havia sido clamado pelos 37 mil torcedores que acompanharam o duelo, comemorou muito. O Cruzeiro ainda chegou duas vezes com perigo para tentar a vitória. Mas foi só.

Na volta do Brasileirão, o Corinthians encara o Botafogo, na próxima quarta-feira, às 21h45, novamente em sua Arena, pela 13.ª rodada. Os paulistas estão na 10.ª colocação, com 16 pontos. Já o Cruzeiro recebe o América-MG, na quinta, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O time ocupa a oitava posição, com 18.

Antes, nesta segunda-feira, às 20 horas, também no estádio do Mineirão, os cruzeirenses enfrentam o Atlético Paranaense no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Na ida, em Curitiba, 2 a 1 para os mineiros.



Tags:

Recomendadas para você