Jornal do Brasil

Acervo

Etiópia: explosão em evento com primeiro-ministro deixa um morto e 155 feridos

Jornal do Brasil

Pelo menos uma pessoa morreu depois que uma tentativa frustrada de lançamento de granada contra o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, levou a uma explosão em um evento na capital etíope, Adis Abeba. Outras 155 pessoas ficaram feridas, nove com gravidade, disse o ministro da Saúde do país, Amir Aman.

Testemunhas relataram que um homem tentou jogar a granada no palco quando o primeiro-ministro acenou para a multidão de milhares de pessoas logo depois de fazer um apelo à união após meses de protestos. O evento era um comício de apoio a Ahmed. Dirigindo-se à nação minutos depois que foi levado às pressas para um local seguro, Abiy chamou a explosão de um "ataque bem orquestrado", mas que falhou. Ele não atribuiu responsabilidades e disse que a polícia estava investigando o ataque.

"O primeiro-ministro era o alvo", disse um dos organizadores do evento, Seyoum Teshome. "Um indivíduo tentou arremessar a granada na direção ao palco onde o primeiro-ministro estava sentado, mas foi contido pela multidão." O homem com a granada estava usando um uniforme da polícia, segundo a testemunha Abraham Tilahun. Policiais próximos rapidamente o contiveram. "Então nós ouvimos a explosão."

Nove policiais foram presos, incluindo o vice-diretor da comissão de polícia da capital, informou a emissora estatal ETV.

O ataque foi "barato e inaceitável", disse o primeiro-ministro. "Matar os outros é uma derrota. Para aqueles que tentaram nos dividir, quero dizer que não conseguiram." O partido governista culpou "elementos desesperados contra a paz" pelo ataque e prometeu continuar com as reformas do país.

Abiy, de 42 anos, assumiu o cargo em abril e anunciou rapidamente a liberação de milhares de prisioneiros, a abertura de empresas estatais para investimento privado e a aceitação incondicional de um acordo de paz com a Eritreia. Fonte: Associated Press.



Tags:

Recomendadas para você