Jornal do Brasil

Acervo

Ao menos 30 policiais e soldados mortos em ataques talibãs no Afeganistão

Jornal do Brasil

Ao menos 30 policiais e soldados morreram em ataques talibãs na região oeste do Afeganistão, anunciaram nesta quarta-feira as autoridades, três dias depois do fim do cessar-fogo declarado pelos insurgentes.

"Mais da metade das mortes aconteceram em uma emboscada e na explosões de bombas na beira de uma estrada, que atingiram um comboio de reforços", declarou à AFP o governador da província de Badghis, Abdul Qhafoor Malikzai.

Os outros agentes e militares morreram em uma ataque c contra suas bases na terça-feira à noite.

Os talibãs reivindicaram os ataques em uma mensagem de vídeo enviada à imprensa por meio do aplicativo WhatsApp.

"Durante o cessar-fogo, os talibãs enviaram informantes para coletar informações sobre as bases e planejar os ataques", afirmou o chefe do conselho provincial, Abdul Aziz Bek.

Em outubro de 2001, após os atentados de 11 de setembro, uma coalizão internacional expulsou do poder os talibãs. Dezessete anos depois, os insurgentes decretaram um cessar-fogo inédito com as forças afegãs, que vigorou de sexta-feira a domingo da semana passada.

O presidente afegão Ashraf Ghani decidiu interromper os combates durante uma semana, desde a terça-feira da semana passada. No sábado, ele anunciou a prorrogação de 10 dias. No domingo os insurgentes avisaram que não prosseguiriam com o cessar-fogo.

str-emh-amj/jf/ahe/phv/erl/zm/fp



Tags:

Recomendadas para você