Jornal do Brasil

Acervo

Pouco ambicioso, Flamengo empata com River e termina em segundo no grupo 4 da Libertadores

Jornal do Brasil

Já classificado e com pouca ambição, o Flamengo apenas empatou sem gols na visita ao River Plate, nesta quarta-feira, e terminou na segunda colocação do grupo 4 após a última rodada da fase de grupos da Libertadores.

O Rubro-negro não arriscou e pecou na tentativa de terminar na liderança da chave, mesmo sem ter nada a perder. Os confrontos da oitavas de final serão sorteados no dia 4 de junho.

A classificação final deixou o River na liderança com 12 pontos, seguido de Flamengo (10), Santa Fe (7) e Emelec (1). O primeiro colocado tem a vantagem de jogar a partida de volta das oitavas em casa.

No outro jogo do grupo, o Santa Fé venceu o Emelec por 3 a 0 fora de casa para garantir a terceira colocação. A equipe colombiana ganhou o direito de disputar a Copa Sul-americana.

Os confrontos da próxima fase da competição serão decididos no dia 4 de junho. As equipes serão separadas em dois potes: um grupo com os líderes e outro com os segundo colocados de cada chave.

- Acomodado -

A primeira etapa foi marcada por bons e maus momentos do Flamengo. A equipe começou tomando um susto logo no início do jogo, com Diego Alves sendo exigido em chute de Scocco no primeiro minuto.

A resposta Rubro-negra chegou aos sete, depois de Éverton Ribeiro aproveitar rebote do goleiro Armani, convocado para defender a Argentina na Copa do Mundo, em tentativa de Lucas Paquetá.

Mas depois de equilibrar a partida, os cariocas recuaram e não conseguiam sair jogando, sempre abusando de bolas longas e em contra-ataques mal organizados.

O time da casa cresceu, tinha o domínio da posse de bola e assustou com cabeçada de Palacios, aos 25, e com chute de Scocco, aos 42. Por pouco não abriu o placar no segundo lance.

Ainda antes do intervalo, o Flamengo conseguiu colocar a bola no chão e chegou com muito perigo após triangulação de Éverton, Paquetá e Rodinei. Mas o lateral cruzou forte demais e nenhum dos jogadores posicionados na pequena área conseguiu alcançar.

- Pênalti não marcado -

No segundo tempo, o River voltou embalado e quase abriu o placar em nova finalização de Scocco. O atacante chutou de fora da área e tirou tinta da trave no primeiro minuto.

Aos oito, o Flamengo reclamou muito de pênalti não marcado pela arbitragem, após Rhodolfo ser puxado dentro da área em cobrança de falta de Éverton Ribeiro.

Mas isso não compensou a atitude da equipe carioca em campo, que só chegou pela primeira vez na segunda etapa aos 24 minutos. Vinícius Jr recebeu na área e tocou para Henrique Dourado, que ajeitou para o pé esquerdo e bateu forte. A bola passou perto, por cima do gol de Armani.

Sem conseguir criar muitas chances no ataque, o Flamengo ainda pecava na parte defensiva e dava chances aos argentinos. Aos 35, Diego Alves vacilou após bola recuada, escorregou e viu a bola parar nos pés de Scocco para finalização. Mas o arqueiro conseguiu se recuperar para defender o chute adversário.

No final da partida, o River quase conseguiu a vitória em depois de bate-rebate na área que terminou com o voleio de Moré, aos 45 minutos. A bola explodiu o travessão e saiu pela linha de fundo.



Tags:

Recomendadas para você