Jornal do Brasil

Acervo

Petróleo sobe com reservas menores nos EUA e otimismo na Opep

Jornal do Brasil

O petróleo voltou a subir nesta quarta-feira (21), devido a uma queda das reservas americanas e à impressão de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) está respeitando seus compromissos de redução da produção.

Em Londres, o barril do Brent do Mar do Norte para entrega em maio fechou a 69,47 dólares após ganhar 2,05 dólares durante a sessão.

Em Nova York, o preço do "light sweet crude" (WTI), também para maio, aumentou 1,63 dólar, a 65,17.

Em ambos os mercados, os preços são os melhores desde o começo de fevereiro, e se encaminham para seus valores mais altos em quatro anos. 

O mercado recebeu bem o informe sobre a queda das reservas de petróleo americanas. "Esse fator foi muito forte para sustentar o mercado", disse Phil Flynn, do Price Futures Group.

Além dos dados dos Estados Unidos, a Opep gerou otimismo ao continuar controlando sua produção, conforme pactado em 2017, para reduzir o excesso de oferta e melhorar os preços. 

"Os países vinculados ao acordo alcançaram um novo recorde em relação aos objetivos da limitação da produção", disse a Opep em uma declaração de seu comitê de vigilância do pacto.



Tags:

Recomendadas para você